| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


quinta-feira, 19 de outubro de 2017

(GAY) Conto: Sendo escravo do primo com scat.

conto primo gay fazendo sexo com cocô
Retirado do site: Casa dos Contos
Escrito por: MKire

Pra quem não me conhece, me chamo Murillo e o que vou relatar aqui aconteceu
quando eu tinha de 15 pra 16 anos. Sou MUITO branco e loiro, pois sou descendente
de alemães, e curto sexo sujo que inclua mijo, cuspidas, suor de macho e até merda. Vamos ao conto.

Depois de uma foda selvagem com um primo que na época tinha 18 anos,
ele resolveu me torturar um pouquinho.
Eu estava excitado, mas ele se recusou a me ajudar a gozar e então eu tive uma ideia. Resolvi que no dia seguinte, assim que minha mãe saísse, eu seria o escravo dele durante o dia inteiro.
Depois dessa minha ideia, ele ficou em cima de mim o dia todo até eu dormir para
se certificar de que eu não bateria nenhuma punheta, pois ele queria me ver muito
excitado no dia seguinte.

Era um sábado então dormi até tarde. Como minha mãe sai de manhã para trabalhar, minha escravidão começaria cedo. Já acordei com um cheiro forte que, para mim, era delicioso. Quando abri os olhos, me deparei com um cu grudado na minha cara, e era dele que saía o cheiro delicioso.
Tentei chupar aquele cu, mas meu primo me acertou um tapa na cara
quando sentiu minha língua.

__ Não quero que você tenha prazer hoje! -- ele disse. -- Você é só meu escravo nojento. Vai, acorda logo e vamos pro banheiro porque quero mijar.

Fomos até o banheiro e então ele mandou que eu ficasse nu e ajoelhado dentro do box. Meu pau pulou de alegria quando senti aquele jato forte batendo na minha língua. O gosto amargo do mijo, o cheiro característico... Uma delícia! Depois de acabar, ele me mandou agradecer e então agradeci.

Passamos a manhã toda nus e vendo TV, enquanto eu fazia coisinhas como lamber os pés dele ou pagar a ele um boquete. No almoço, perguntei ao meu senhor o que ele queria comer, e ele escolheu uma lasanha. Como sou muito obediente (risos), fiz a lasanha e então nós nos sentamos pra comer.

Depois de três pratos de lasanha, ele me diz:

__ Aí Murillo, trata de ir deixando um espaço aí no teu estômago porque
com toda essa lasanha eu vou cagar pra caralho! Kkkkkkkk

__ O que isso tem a ver, meu gostoso?

__ Ué, esqueceu que hoje eu tô te usando como vaso sanitário? Kkkk
__ Acho que entendi... Você é quem sabe, meu mestre!

__ Isso, é assim que eu gosto. Puta tem que ser obediente mesmo! Haha'

Meu primo comeu mais dois pratos de lasanha, totalizando cinco pratos. A coisa mais difícil do mundo foi me controlar pra não bater uma punheta com os peidos que ele soltava depois disso tudo!
Passaram-se uns 40 minutos até que ele veio me chamar.

__ Tô precisando cagar cara! Vem agora. Deita no chão do banheiro e abre a boca.

Obedeci, lógico, e então ele se sentou na minha cara, de modo que o cu dele ficasse bem na minha boca. Pensei que eu teria nojo, mas assim que eu senti aquela merda quente encostando na minha língua, fui ao delírio! Comecei a chupar desesperadamente aquele cu.

__ E aí, tá bom o gostinho da minha merda, seu viadinho arrombado? -- ele dizia. -- Curte meu cocô na sua boca vai!
Ele cagou mais um pouco e então saiu de cima de mim e me disse que queria me ver mastigando. Mastiguei mais um pouco e engoli de um modo sexy.

__ Eu quero mais! -- eu disse. Pude ver o pau dele dando um pulinho.

__ Mais tarde! Por agora chega. Agora vamos pra sala ver TV. Depois que você limpar o meu cu com a língua, claro.

__ Que delícia. Vem cá!
Chupei tanto aquele cu cagado, que ele chegou a ficar praticamente limpo kk

Depois de umas duas horas vendo TV, meu primo vai até a cozinha e traz duas taças de sorvete. Uma era dele, com sorvete de morango e calda de chocolate. E a outra era minha, com sorvete de chocolate e calda de leite condensado. Estranhei.

__ Porque demorou? -- perguntei.
__ O sorvete estava meio duro pra sair kk
__ Por que tá rindo?
__ Ah, não interessa. Eu ainda sou seu dono, então come logo sem reclamar.

Minha primeira reação ao comer o sorvete foi ter uma crise de risos.

__ NÃO ACREDITO QUE VOCÊ FEZ ISSO! KKKKKKK -- eu dizia, rindo.

__ Pode crer que eu fiz! Kkkkkkk Agora come.

Esses risos todos foram porque aquilo na taça era, na verdade, cocô coberto com esperma. Não me fiz de rogado: comi tudo, e comi com gosto. A ideia era excitar ao máximo o meu primo, de modo que ele sentisse necessidade de me foder.

__ Não tem mais desse sabor? -- perguntei com cara de safado, lambendo a colher de modo erótico.

__ Desse mesmo sabor não tem agora, mas a calda você pode conseguir. -- ele estava sentado com aquele pauzão apontado pro alto. Me olhou com cara de safado e disse: -- Vem cá!

Fui super feliz e me sentei com força. A sensação daquele pau grosso enfiado
no meu cu era maravilhosa. Comecei a cavalgar rapidamente e pude sentir o pau dele se contraindo.
Levantei correndo, me ajoelhei abocanhando aquele pau com gosto de cu
e logo pude sentir a porra quente e grossa caindo na minha garganta.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. carav quero muito fazer scat com outro homen de preferencia novinho 11998327632

    ResponderExcluir