img-responsiva

DICA!: Novidades do blog pelo twitter: @ScatGustavo

terça-feira, 13 de março de 2018

Fetiche Scat no Tinder, redes sociais e outras buscas.


por Gustavo Scat (Loiroomegle)

Há alguns anos venho buscando possibilidades nesta longa e
esperançosa luta, que é achar alguém que também sinta tesão em merda.

Ao longo de varias fases de minha vida - inclusive de aceitação própria,
eu sempre fui em busca de tentar conversar sobre o assunto com pessoas anônimas na internet.
Porque o que um scatter mais quer é: achar outro scatter.

O que temos em comum? o medo da exposição.
Um segredo "mortal" tão valioso revelado em uma sociedade como a nossa.

E eu não sou hipócrita de tentar levantar uma bandeira pra algo que é considerado bizarro.
Sim! Bizarro!; adjetivo que qualifica aquilo que é estranho, anormal e incomum. 
Mas que atire a primeira pedra aquele que nunca teve uma vontade ou desejo diferente.
Por mais que seja simples o seu desejo, meu amigo ou minha amiga, você tem.

TODO MUNDO tem fetiche.
E isso eu aprendi ao longo de um período de busca nas mais variadas redes sociais por aí.

Viajei nos mais diversos blogs sobre scat, chuva dourada, peido, e milhares de outras
vertentes do gênero. Li entrevistas, curiosidades, matérias, fóruns...
Vi muita coisa sobre o tal Léo Scat - um cara que também tem seu blog e vive falando por aí
sobre o assunto. E que provavelmente se você sente tesão na coisa, já deve ter ouvido falar dele.

Eu fiz perfis fakes no Facebook, curti comunidades, participei de grupos,
fiz uma conta na rede social fetichista Fetlife.... e até no Bate Papo da Uol eu fui parar!

Por fim criei meu Twitter (@ScatGustavo), Skype (Loiroomegle) e é claro, também tirei minhas vantagens com esse humilde blog aqui. - A primeira vez que minha ficha caiu quando o blog começou a crescer eu conto aqui: "Obrigado ao meu próprio blog."

Conclusão de tudo?!... não é fácil não.
E talvez essa busca toda pela coisa deixe tudo ainda mais legal.

Até que um belo dia - em 2016 pra ser mais específico, eu resolvi criar pela primeira vez um perfil de fetiches no mais famoso app de relacionamentos do mundo: O Tinder.

Sim, eu tenho um perfil no Tinder exclusivamente para achar pessoas com fetiches em comum.
Claro, também tenho um outro perfil em paralelo, com fotos de rosto e vida pessoal...

Mas este perfil scat em específico não é tão fácil que as coisas funcionam.

gustavo scat tinder fetiche

Primeiro coloquei uma foto com o aviso "LEIA O PERFIL"

Também coloquei algumas outras fotos minhas, só que borradas
(pra manter a minha vida social segura). Nele coloquei a seguinte descrição:

Olá. Prazer! haha

Procuro quem curta o fetiche Scat. 

(é MTO difícil encontrar)
Sendo objetivo, 
tudo que relacione Cocô, 
xixi, peido, cuspe...no sexo.
(É diferente. E não, não estou brincando)

Tara: Curto MUITO preliminares.


Quer conversar?


SEM PRECONCEITOS

Sou um cara legal. :)

- Mto interesse / curiosidade?

Um superlike me ajudaria. Se quiser, claro.

Fofo até, vai? kk....


Eu sempre comecei uma conversa quebrando o gelo, sendo educado e
perguntando se a pessoa curte alguma tara ou fetiche relacionado.

Acredite:

As respostas normalmente são:
"Dei like sem querer"
"Achei diferente"
"Achei engraçado"
"Nunca fiz"
"Sou curiosa"
"Que noooojo!"
(risos)

Teve vezes que criei um perfil um pouco mais discreto, deixando claro que procuro pessoas que se interessam por fetiches mas colocando apenas os termos fetichistas em inglês (muitas pessoas não os conhecem).
Talvez isso chama-se mais atenção pela curiosidade... Talvez? Certeza.


Ao longo desses anos, já fiz mais de 1.600 correspondências, sem brincadeira.
Tá... confesso que com um "truquezinho a mais': O Tinder pago.

Além de poder ver todas as pessoas que já me deram Match antes mesmo de eu fazer o mesmo, posso alterar a minha localização pra onde e quando eu quiser.
E tem mais um truquezinho... o Boost.

Boost é um recurso do Tinder (que você pode comprar a parte) que faz o meu o perfil virar destaque na região durante 30 minutos.
Literalmente pular a fila dos demais. Ou seja?
Tenho quase certeza que São Paulo inteira já visualizou o meu perfil... rsrs

Se fiz mais de 1.600 correspondências,
imagine quantas pessoas não leram o meu perfil e repudiaram a ideia de
sexo com cocô? É muuuita gente.
Mas confesso: gastei muito dinheiro com esse recurso.


Com essa divulgação toda, eu já até cheguei a aparecer em prints de fóruns sobre sexo, e em um famoso grupo de facebook chamado LDRV onde milhares de jovenzinhos massacraram meu singelo perfil. O que até entendo vai....
- Mas o que será que cada um esconde nos seus desejos sexuais mais ocultos?
hmm.... isso aí eu já não consigo responder.

dominador e submissa querendo banho marrom
                                                                       
Daquelas pessoas do Tinder que revelaram pra mim ter algum fetiche, 75% curtem BDSM.
(dor, submissão, dominação, vendas, cordas, tapas e afins...) 
outros 25% curtem sexo a três ou lugares públicos. Alguns até curtem o conhecido fetiche por pés. Comum eu diria.


Ainda sobre o Tinder, já perdi e recriei minha conta do zero, no mínimo umas 40 vezes.
Sim, como tudo na vida tem prós e contras, existe muita gente por aí querendo
encher o saco. Só assim dizendo.
Se fosse algo ilegal, juro, eu entenderia aqueles que me denunciaram e me baniram. Mas com toda certeza não é o meu caso.
Eu nunca (graças a Deus) gostei de nada, nada, absolutamente nada ilegal.
Scat bem feito é com consentimento. É com tesão de ambas as partes e por isso a imensa busca.
Então jamais em hipótese alguma eu vou forçar alguém a fazer e se interessar sobre.
Não gostar, achar nojento, repudiar ao extremo.... ok. Eu super entendo.


⌚ NOTA DE ATUALIZAÇÃO (2020):



Em meados de 2020, já com a minha bissexualidade mais definida e bem resolvida, criei um perfil também fetichista na rede social Grindr

O app Grindr é praticamente a mesma coisa que o Tinder, só que voltado para o público gay e simpatizantes. Mas ele ainda tem algumas coisinhas a mais que o anterior.
Primeiro que, ao contrario do Tinder (que eu uso bastante para procurar apenas mulheres), nesse app gay eu consigo ver todos os perfis dos caras que estão próximos a mim. Não tem essa de ficar passando "pro lado" esperando alguém te corresponder pra rolar uma conversa. Você pode simplesmente já chegar chegando.
Ele também tem a função TAP, que nada mais é do que chamar a atenção de uma pessoa clicando em um botão que fica no lá perfil dela. Você pode fazer isso com quantos perfis quiser, mostrando pros caras que você está interessado e quer iniciar uma conversa.
Isso sem mencionar que no Grindr você pode enviar fotos e áudios!
Coisas que careta do Tinder não faz. - Tomara que ele possa mudar de ideia e ter também essas funcionalidades algum dia.

fetiche scat gay app grindr

No app Grindr dá pra ser bem mais direto também. A sensação que me dá é que os gays são muito mais abertos ao sexo. Essa é uma impressão. - Isso não quer dizer que não apareçam uns filhos da p*ta pra te xingar de vez em quando.

Minha experiência por lá? Tudo é muito "mais fácil" de se achar no mundo gay referindo-se aos fetiches. - O que também pode ser perigoso! Calma lá.
Eles são muito mais abertos aos fetiches pig (sexo sujo) sabe-se lá o motivo...
Algumas pessoas até inserem emojis de porquinho no perfil para mostrarem que são adeptos a porquice toda. 🐽

Lá a liberdade de escolha é muito maior, e é claro que o bom senso e o cuidado precisa ser também. Afinal: Em quem você vai "confiar a sua vida" para enviar as suas fotos pessoais?

Uma média é que, a cada 100 TAPS (chamadas de atenção), 6 ou 7 pessoas me correspondem para iniciarmos uma conversa.

E sim... eu já conversei com muita, mas muita gente por lá. O que me dá a chance de ser mais criterioso. haha Pelo menos já rolou boas conversas e algumas amizades.

fetiche scat app hornet

Preciso também mencionar que eu tenho um perfil no app Hornet.
Ele é uma alternativa do app Grindr, mas com uma funcionalidade que ajuda (e MUITO) a busca por fetichistas. - Tanto que você as vezes não precisa nem procurar... basta ser achado.

No Hornet você pode inserir hashtags no seu perfil conforme os seus gostos e fetiches.
Praticamente todo mundo lá faz isso. Então, basta fazer uma busca por elas e encontrar aqueles que têm as hashtags em comum!

Exemplo; Essas são as hashtags que estão no meu perfil:
#pig #fetichista #fetiches #versatil #pigs #pigplay 
#goldenshower #cuspe #mijo #kinky #fetiche #fetish 

Seu eu fizer uma busca pela hashtag #mijo, me aparecerão todos os outros perfis com esse interesse! Mas nem tudo são flores... Não sei o motivo mas o Hornet não permite o uso da hashtag "#scat". Até aí tranquilo. Quem curte scat sabe dessa condição e procura pelas outras hashtags mesmo assim.


As pessoas somem mesmo.

bolinho em formato de cocô
Muitas pessoas não acreditam em mim.
Ou sentem medo, vergonha... não se assumem talvez.
E então preferem não conversar, expor opiniões ou se arriscar.

Eu entendo mais uma vez. Não é tão fácil assim.
Estamos falando do fetiche mais tabu do mundo.

Até mesmo os fetiches ilegais e mais inescrupulosos
que existem (e que eu repudio a existência deles)
são mais "populares", falados e discutidos por aí.
Scat é segredo, é intimo, é sigiloso. É legal e delicioso.

Mas quem não arrisca não petisca. ;)

A maioria das pessoas que se interessam por mim no Tinder desfazem a correspondência, me bloqueiam ou não respondem mais. Mas eu me lembro da primeira vez que algo deu certo e que eu tive boas conversas com uma garota que amava o fetiche scat tanto quanto eu.

Eu podia conversar, discutir e sentir realmente tesão junto com alguém, mesmo que pelo virtual.
E com o tempo fomos confiando e abrindo as nossas redes sociais pessoais

- Leia a entrevista que eu fiz com ela clicando aqui.

garota gosta de sexo com cocô

Hoje em dia essa garota namora e perdemos o contato de vez.


É... Somos um tanto sozinhos e mal compreendidos no nosso "maluco" fetiche.

mulher gostosa fazendo cocô
Já pensou encontrar aquela pessoa perfeita?
Gente boa, bonita, bom papo, inteligente,
divertida, morar perto da gente,
e por ultimo e não menos importante...
O sonho de todo scatter:
A pessoa perfeita que sente tesão
verdadeiramente em merda, mijo e peido.
Assim como eu.

Eu ainda não desisti dessa busca,
seja ela longa e no aplicativo que for. (risos).

É incomum, é anormal, é estranho.
Mas um "estranho bom". Se feito com consentimento, bom senso e segurança.
E com muito, muito tesão é claro.

16 comentários:

  1. Adorei o post e realmente já tinha visto seu perfil no ldrv rsrs. Sei que é chato e demorado mas não desista da sua busca, sempre tem alguém que se encaixa com a gente, hora ou outra essa pessoa aparece!
    Tem algum email para troca de idéias? Responda nesse comentário. Quem sabe podemos bater papo.
    Sou homem,19 anos, bahia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eai! haha muito obrigado pelo contato!
      Sim, precisamos estar em busca sempre... jajá a pessoa ideal aparece. ;)
      Vi que você também me enviou um email, vou te responder por lá também, bele?
      Mas meus contatos são esses:
      Email: tavolinder@hotmail.com
      Skype/Snapchat: Loiroomegle

      Muito obrigado amigo, e continue sempre visitando o blog! Mto Scat pra nós!! hehe Abraço!

      Excluir
    2. Oi cara ... Entendo tudo que descreve acima , tambem estou frustrado por nao encontrar alguem que curta dos nesmos fetiches , sou gay e adoraria conhecer alguem que tivesse a fim e sentisse o mesmo tesão, abraço e nuito scat ��
      Claudiogaycosta@gmail.com

      Excluir
  2. Curtir o Blog, boa sorte pra nós na procura RS RS

    ResponderExcluir
  3. Bom dia entre em contato no meu e-mail estou a procura e curto também

    ResponderExcluir
  4. Desde criança acho que tenho esse fetiche, mas até minha adolescência achava que esse mundo não existia eu era o unico a sentir tesão nisso. Foi ai que em 2009 descobri o vídeo 2 girls 1 cup, fiquei com muito tesão e vi que eu não estava sozinho no mundo. Passei muito tempo fantasiando, vídeos etc, até que há pouco decidi contar esse fetiche pra minha noiva, após 4 anos juntos criei coragem. Sempre gostei de sexo convencional mas também sempre quis apimentar a relação com um bom scat. O difícil foi contar pra ela. Graças a Deus ela levou numa boa É me questionou sobre o porquê levei tanto tempo pra falar, ela não curte mas aceitou fazer aos poucos, sempre cagou na minha frente, eu ficava louco pra ver, mas não tinha coragem de falar. Tinha vontade de limpar ela com a língua, que ela cagasse em mim, minha boca e tudo mais. Até que vi esse blog com vários debates e resolvi contar. Amo ela demais, nunca a traí e quero realizar minhas fantasias com ela, mas sem forçar, sei que ela não curte mas faz pra me agradar.

    ResponderExcluir
  5. Sou homem,29 anos,gay e adorei o blog. Estou me descobrindo nesse mundo novo de fetiches mais intensos e primitivos . Adoraria a oportunidade de pôr em prática alguns deles com um cara como você. Achar um parceiro pra dividir essa intimidade tão preciosa . Obrigado por fazer esse tipo de conteúdo

    ResponderExcluir
  6. Eu sempre tive muita atração por cu, e qnd era casado com minha ex mulher éramos perfeitos na cama, mais tudo sempre normal, depois que terminamos continuamos a ter um caso, até hj é assim, e sou casado com outra pessoa, bom minha ex sempre gostou de novidades então sugeri o xixi, ela fazer em mim, e ela topou, fazemos e gostamos, tomei varias vezes o mijo dela, chupando tudo, tudo muito bom, depois de um tempo vi sobre scat, e perguntei se ela topava, e ela me disse que ja tinha pensado nisso desde que éramos casados, de me chamar pro banheiro mais não tinha coragem, hoje qnd se encontramos escondidos tentamos fazer pois ela ainda fala que tem vergonha, mais ja fez cocô na minha barriga,e videos pra mim cagando, eu sinto tesão de olhar ver vídeos, e sinto vontade dela fazer na minha cara, ja senti o gosto, tem que ta com muito tesão na hora, as vezes qnd vejo meu pau saindo sujo e tiro e passo a linha no cu dela, fico com a cara toda sujinha, adora fazer isso, o cheiro e ver meu pau sujo me da muito tesão, só falta mesmo ela fazer na minha cara, pq ja experimentei lambendo.

    ResponderExcluir
  7. Meu, que legal ler os comentários positivos. Estou sempre de olho ;)

    ResponderExcluir
  8. Encontrar alguém que entenda os desejos,fetiches e vontades do outro é MT difícil.
    Sempre fui MT curiosa, e em uma das passagens pelo Tinder um perfil me chamou atenção .
    Dizia pago por sessão de fetiche.aquilo me excitou MT.o fato de me encontrar c estranhos me proporciona MT prazer,ser paga por isso levou meus pensamentos a loucura.
    1 encontro -podolatria com meus pés no maia extremo chulé.
    2 encontro- chuva dourada com a bexiga bem cheia e MT xixi.
    3 encontro- submissão e scat..Cheguei e ordenei q deitasse no chão, levantei o vestido e abaixei a calcinha, fiz coco em sua boca.

    N temos carisma,amzd. Apenas respeito na realização dos fetiches,sou paga pelas sessões ,O que p mim me desperta MT tesão,me sintir dominadora é a melhor sensação.
    Ele me apresentou amgs de um grupo fetichista.

    Hj trabalho na realização de fetiches, estou sempre estudando e procurando saber sobre essas vontades p que tds saiam realizados das sessões que me pagam.


    ResponderExcluir
  9. Pra quem está na procura sou de Mauá SP WHATS 11959230594

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu sou Léo, moro no RJ capital, sou gay, tenho 39 anos e o meu sonho é ter um parceiro que seja meu submisso e receba a minha merda, beba meu mijo e faça meu fetiche, virtualmente já conheci algumas pessoas mas infelizmente não sai disso... Quem tiver interesse, me manda um e-mail: leo-matusa@hotmail.com

    E Gustavo Scat (Loiroomegle), estou quase sempre de olho em seu site, por mais que esta seja a minha primeira vez comentando... Caso queira trocar uma ideia, me manda um e-mail que a gente conversa!

    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  11. Mulheres de Porto Alegre ou cidades vizinhas que curtem sexo com mijo e merda entrem em contato para casual ou duradouro email chupaxota2010@gmail.com

    ResponderExcluir
  12. Gente eu amo scat chama aí no zap 85999658503

    ResponderExcluir