| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


segunda-feira, 30 de abril de 2018

A inesquecível primeira vez de Renan.

 Autor Amigo Este é um texto escrito por um parceiro do blog.
por Renan Ryuji. 30 anos, gay, RJ.


                Uma das perguntas mais recorrentes quando conversamos com outro scater é: como foi a primeira vez fazendo com outro cara?  Bom, no intuito de responder esta pergunta vou aqui fazer um pequeno relato de como foi: nessa época eu estava com meus 24 anos, nessa idade eu já tinha feito uma caralhada de coisas com merda, mas até então sempre sozinho com minha própria bosta, porém sentia falta de um outro porco pra dividir o tesão, provar merda de outro cara, e etc.Então conheci o pervertido mundo do saudoso Bate-Papo UOL, meu apelido era “mijo&merdaH24RJ” (na real até hoje ainda estou porlá, mas nem de longe é a mesma coisa de antes, e também agora o apelido é “mijo&merdaH30RJ” rs). Várias conversas, muitos curiosos e pouca ação, mas eu insistia na busca.

                Um dia, na páscoa de 2011, encontrei um carinha. Gaúcho mas morando no Rio na ZS. Depois de um bom papo migramos por extinto MSN Messenger. Nesse dia tinha botado nele a frase de status: “É páscoa e eu quero chocolate!”, quando ele leu aquilo riu mas adorou, bastante papo ainda rolou, mas já era bem tarde, quase 2h da manhã,  de fato nem domingo era mais na realidade. Aí ele lançou de eu chegar na casa dele, pois morava sozinho, e eu longe pra cacete da zona sul e fodido de grana disse que não poderia pois estava tarde e tals. Ele então sugeriu pagar meu táxi. E aí eu fui mesmo, nervoso pra caralho mas fui.

                Chegando na casa dele, fui recebido por um cara muito mais alto que eu, olhos azuis, bem branquinho e loiro. Bem o estereótipo do gaudério germânico. Tanto eu como ele estávamos muito nervosos, ficamos conversando um pouco para quebrar o gelo, falei que era minha primeira vez fazendo scat com outro cara, ele me acalmou dizendo que não íamos fazer nada que eu não quisesse,  e depois de uns 15 minutos começou a putaria. Fomos para o banheiro, que era amplo e então tinha espaço para os dois deitarem no chão.

                Primeiro ele perguntou se eu estava de cu cheio pois queria tirar merda de dentro com a rola. Respondi que sim, então só cuspiu no pau e saiu metendo, sem capa mesmo (aliás não recomendo ninguém a fazer isso rs). Na primeira tirada da pica já bateu aquele cheirão de merda, olhei pra trás e o pau do cara já estava marronzinho. Ele perguntou se estava tudo bem e eu respondi “Tá, porra! Mete logo essa rola pra eu me cagar inteiro nela!”, e ele “Então toma seu puto!” e começou a bombar com força, o cheiro da minha bosta tomando conta do banheiro. Aí ele tirou e mandou eu chupar, claro que eu nem pensei duas vezes e cai de boca na piroca dele toda suja com minha bosta. “Tá gostoso seu puto do caralho? É tua merda, então é teu dever limpar meu pau filho da puta!” Eu chupava aquele pau delicioso e sentia minha bosta se dissolvendo na boca, aos poucos engolindo aquele cocô liquefeito.

                O chão do banheiro estava cheio de pedacinhos da minha merda, que ele logo os catou e esfregou na minha cara. Então, quando sentiu que o pau dele estava mais limpo, mandou parar o boquete e disse “Agora minha vez! Quer onde? Na cara?”, eu acenei positivamente com a cabeça e ele virou o rabão dele e podendo ver aquele cuzinho bem rosadinho cheio de pelinhos louros. Deitei no chão e ele direcionou aquele cuzinho bem na direção da minha cara. O coração estava a mil, nervoso e ao mesmo tempo muito excitado. Aos poucos fui vendo o buraquinho se abrindo e a merda bem marrom começando a sair, não sei se ele segurou ela, mas ela ficou um tempinho na portinha, até que saiu tudão de uma vez bem na minha cara. Sempre tive medo na hora de sentir nojo, mas não aconteceu, meu pau babava de tesão e eu até soltei um gemidinho.


                Ele vendo que eu estava curtindo, pegou o merda da minha cara e começou a esfregar por ela, pela barba, cabelo e depois passou pelo meu corpo, e com pouco que sobrou nas mãos dele ele passou no próprio corpo. Nos beijamos todos melados de merda por uns minutos. E aí ele soltou “vamos esvaziar seu cu tb?”, aí pegou a duchinha ao lado do sanitário. Eu já tendo entendido o que ele ia fazer, virei de quatro pra ele. Ele meteu no meu cu e foi deixando encher. Quando estava com uma boa quantidade de água dentro de mim, ele tirou a ducha, e meteu o pau, e começou a bombar. A água escorria marrom entre as minhas pernas e ensopava o chão. Aí ele disse “Faz força pra empurrar meu pau pra fora, porra”. Eu comecei a forçar o pau dele como se fosse um pedação de merda dentro do meu cu, e quando saiu, foi junto uma explosão de água suja bem na barriga dele. Ele gostou, e voltou a meter de novo, e de novo pediu pra “cagar” o pau dele, e mais uma explosão aconteceu, ainda mais fedida que a outra. Fizemos isso mais duas vezes até não sair mais água de dentro.

                A essa altura eu tava doidão na punheta de quatro curtindo pra caralho, meu olhos estavam revirando de prazer. Então acabei não controlando mais e gozei. Ele vendo isso falou “Vai beber meu leitão quente, filho da puta, não era pra gozar ainda!”, e batendo uma também não demorou e já estava a gozar. Puxou pelos meus cabelos cheios de merda, encostou minha boca na cabeça da rola dele e mandou ver no leite. Bebi tudo. Ainda estava em êxtase pela foda incrível que acabará de ter que nem me importei de beber a porra dele. Depois disso, ele voltou a ficar carinhoso, me colocou no boxe, e ele mesmo me ajudou a me lavar inteiro. Perguntei a ele se queria ajuda pra lavar o banheiro e ele falou pra não se preocupar. Então ele também terminou o banho dele. Depois me deu uma grana pro táxi de volta, um beijo de despedida, e assim eu fui pra casa ainda sonhando com cada um daqueles instantes.

                Nós dois ainda fodemos mais umas 3 ou 4 vezes, até ele se mudar do Rio pra São Paulo e perdermos o contato. Porém aquele cara, aquela noite, ainda até hoje estão bem viva na minha memória. Como dizem: “A primeira vez a gente nunca esquece”, e é mesmo! 

                Abraço scaters, até a próxima!

3 comentários:

  1. ADORO COMER OS CARAS ATE ELES SUJAREM MEU PAU SEM AGUENTAR MEU PAUZAO,EU ME CHAMO LUCAS, TENHO 29 ANOS, SOU MORENO CLARO 1,90 DE ALTURA, 80 KG(CORPO NORMAL)PAU 20X6CM, BUNDA MÉDIA, curto conhecer pessoas. MORO ATUALMENTE EM PRESIDENTE PRUDENTE –SP, meu whatsapp (18) 98122-0556 . SE VC CURTIR NOVAS AMIZADES ME ADD LA OK.

    ResponderExcluir
  2. que tesão esse texto!
    brotherxbrsp@yahoo.com

    ResponderExcluir