| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


sábado, 7 de abril de 2018

Entrevista Scat nº4 | Especial: Renan Ryuji

por Gustavo Scat (Loiroomegle)

Conheça os Autores Amigos:
Pessoas muito legais e interessantes que conheci por aí,
que toparam escrever seus próprios textos para o blog.
Todos eles praticantes e adeptos do fetiche Scat e afins.

Saiba mais sobre os autores amigos clicando aqui.

Vamos conhecer o Renan Ryuji.
Autor amigo do blog.


Bônus no final: Fotos deliciosas feitas por ele.


Entrevista com Renan Ryuji
Um olhar gay e muito criativo sobre Scat.



Renan, 30 anos. Ele esta solteiro, é gay e mora no Rio de Janeiro


** Primeiramente, agradeço demais por aceitar a responder minhas perguntas. 
É extremamente difícil achar quem curta Scat, principalmente quem tope
responder
 perguntas sobre.

**Você tem alguma lembrança de como começou a gostar de Scat?

Lembro exatamente como foi: eu tinha 17 anos e estava na sala de informática da minha escola, dai comecei ver um grupo de meninas gritado e rindo como loucas no fundo da sala, aí cheguei perto delas pra ver o que tava rolando, e elas estavam num site de scathetero. Cara aquilo me chocou na hora, eu nunca na minha vida imaginava que alguém poderia ter algum tipo de prazer com merda. As gurias gritavam de nojo e riam das fotos, e eu vendo aquilo também senti muito nojo. Dai que eu passei o resto do dia pensando naquilo, não conseguia tirar as imagens da cabeça. Ai quando foi de madrugada entrei escondido no site, porque eu queria ter certeza do que eu tinha visto. Um misto de nojo e tesão começou a surgir, quando notei meu pau estava duro e a cueca toda melada. Então botei o pau pra fora, e bati uma senhora punheta... e olha, eu posso garantir que foi uma das melhores gozadas da minha vida aquela.


** E como foi a fase de “auto aceitação”? Foi difícil admitir que gostava?

Foi difícil sim. Sempre que fazia alguma brincadeira com merda, ficava naquele ciclo: me sujava, gozava, sentia culpa, dizia pra mim que pararia e tornava a fazer. Fiquei com isso na cabeça até uns 24 anos mais ou menos. Até que pensei “Foda-se, eu gosto disso, não tem nada de errado em gostar de merda, vou fazer e foda-se, vou gozar fazendo isso sempre que eu quiser!” E assim sigo até hoje.


** Assistia pornôs sobre? Ainda gosta de assistir?

Adoro ver pornô scat, sempre vi e sempre verei. A categoria que mais curto é o chamado “feeding”, caras cagando diretamente na boca de outros, ou então uns vídeos que ainda não são categorizados, mas são de caras comendo merda misturada com comidas. Putz, esse são os que me deixam mais loucos. Tem um vídeo em especial de um cara fazendo um “shitshake” com merda, leite, sorvete e banana que é o meu preferido, eu mesmo inclusive já reproduzir esse vídeo em casa e foi extasiante de tanto tesão cagar dentro do liquidificador, misturar e beber num copão de 500ml com canudinho e tudo enquanto tocava aquela punhetinha safada.

** Aproveitando a onda pornográfica:
também deve lembrar da "viralização" do
 2 Girls, 1 Cup (vídeo pornô de Scat) 

Chegou a ouvir a opinião de repudio de alguém ou algo do tipo?
 

Eu vi sim, ele viralizou justamente alguns meses depois que descobrir o que era o scat. Claro que todo mundo falava mal dele, e dizia que achavam até que era fake, que não era merda de verdade. Eu nunca rebati as criticas de ninguém, até porque nessa época eu ainda nem tinha certeza eu gostava de fato, pois sempre que gozava vendo ou fazendo scat sentia culpa.


** Como você se iniciou em Scat?

Acho que minha iniciação aconteceu em dois momentos diferentes na vida. A primeira parte foi quando criança, eu e meus irmão sempre tomávamos banho com meu pai e ele sempre tinha uma brincadeira (que eu pelo menos nunca senti maldade) de tentar mijar em nós, a gente se divertia correndo pelo box fugindo dos jatos de mijo dele, mas quase sempre acabávamos todos mijados por ele. Como o tempo percebia que isso mexia comigo de uma forma estranha embora eu nem soubesse o que era otesão. Como sempre acabava entrando umas gotinhas do mijo dele na minha boca, então eu já sabia que mijo era salgado e não achava ruim. Então, quando eu tinha 15/16 anos, uma noite acordei na madrugada, e senti vontade súbita de beber mijo, tipo uma coisa inexplicável, então peguei uma squeeze que estava em cima da minha mesa do quarto, mijei e bebi, achei saboroso, o sabor da infância, que foi finalizado com um bela punheta,e assim estava estabelecida uma nova relação de prazer comigo mesmo. Já o scat foi muuuito tempo depois. Depois de por anos ver vídeos de scat e gozar com eles, criei coragem um dia, me tranquei no banheiro na madrugada, dei uma bela cagada e meti na boca. Caralho, quase vomite! Pau murchou na hora, a merda não era gostosa como eu achava. Então voltei aos vídeos, mas só os vídeos já eram sem graça, aí um dia dei mais uma chance pra minha merda, caguei no chão do boxe e esfreguei no pau até gozar. Outra gozada gloriosa! Então cada vez mais eu repetia isso, ai do pau, com o tempo a merda passou a subir para barriga também, depois já estava começando a esfregar nas pernas, coxas e bunda. Não demorou e também já esfregava a merda no peito. E por fim ela chegava ao rosto. Quando dei por mim já conseguia me lambuzar inteiro de merda!


Foto de Renan Ryuji.


** O que você gosta de fazer no Scat?

Eu gosto de receber cagada direto na boca e/ou comer merda.Engraçado que um dia tive nojo, porém hoje é meu maior tesão. Adoro receber um bela cagada saborosa de um cara direto na minha boca, chega eu mastigo até sorrindo rs. Adoro deitar no chão e ver aquele cuzão peludo se abrir diante da minha cara e soltar aquele merdão quente prontinho pra ser consumido. Amo! Quando estou sozinho, gosto de atacar de Ana Maria Braga da merda rs, adoro inventar receitas misturando comida de verdade com o melhor ingrediente de todos, a minha merda. Já fiz o “shitshake” com sorvete de chocolate e merda, o “Sandubarro”: com alface, tomate, presunto e uma merda no lugar da carne. Outra receita que eu também fiz é o“mijarrão a bostonhesa”: mijo numa panela e boto o macarrão pra amolecer nesse mijo no fogo baixo, depois de escorrer ele, dou aquela cagada em cima e mando pra dentro. Chega eu até lambo os beiços! Os nomes que dou as receitas são uma arte a parte! rs


** Você tem mais fetiches no sexo, não necessariamente voltados a Scat? Quais?

Adoro todos os fetiches diferentes (desde que lícito), mas tenho um grande tesão em especial também pelo crossdress, queria um dia poder associar ele com scat. Seria perfeito!


** Já experimentou a sua própria merda? (ou mijo)

Já. Por um tempo não curtia a minha merda, por incrível que pareça tinha nojo dela rs. Até que por falta de opção de achar fornecedores, comecei a me treinar para curtir a minha. Hoje eu quase que todo dia como um pouco da minha merda e bebo um pouco do meu mijo na momento que vou cagar, assim eu mantenho o meu organismo acostumado a comer scat sem passar mal.


** O que você não faria jamais em Scat?

A única coisa que eu não curto fazer em relação a merda é o “farming”, pegar merdas deixadas em banheiros públicos. Pra mim o tesão acontece quando vejo a produção da merda sendo feita, seja ela saindo do meu cu ou do cu de outro cara, a merda por si só não me estimula o tesão.


** Tem algo em Scat que você gostaria muito de fazer, e ainda não fez?

Um dos meus sonho hoje é uns 10 caras cagando em mim ao mesmo tempo, fica lambuzado de tanta merda até não saber qual deles cagou qual merda. Ou então fazer um baquete de merda, uma mesa cheias de comida com merda pra todo mundo comervontade!

** Que tipo de merda você mais sente tesão?

Eu gosto de merda dura, porque adoro mastigar merda sorrindo. Aquela eu é bem marrom e tem um cheiro bem característico. Quanto mais farta a merda, melhor!


** Alguém sabe das suas vontades?

Só quem sabe são outros caras que assim como eu curte, contatos que fiz pela internet. Se outras pessoas sabem, como amigos e familiares, então eles nunca comentaram a respeito.


** Como acha que seus amigos próximos reagiriam se soubessem que você gosta?

Na real não faço ideia de como reagiriam, mas acredito que alguns deles iam me zoar e usar isso me sacanear o tempo todo.


** E já chegou a praticar Scat com mais alguém, além do seu namorado?


Já pratiquei com vários outros caras, menos com o namorado que não curte. Nas minhas contas, nesses 13 anos que curto o fetiche pelo menos uns 10 caras diferentes já cagaram diretamente na minha boca, não é fácil encontrar quem curta, e quando encontramos, a dificuldade é fazer acontecer o encontro rs. Por um período, achei um fornecedor fixo que era meu vizinho, ele cagava na minha boca pelo menos uma vez a cada 15 dias, as vezes ele chamava mais algum cara que curtia e os dois cagavam em mim. A experiência mais intensa inclusive foi com esse vizinho, num sábado de pré-carnaval fui até a casa dele pra receber a minha dose semanal daquela merda quentinha, quando cheguei ele tinha chamado mais outros dois caras, como ainda era cedo, por volta de umas 7h da manhã, nem um tinha dado a cagada matinal, então os cus estavam entupidos de merda. Deitei no chão, abri a boca e meu vizinho veio, se agachou na direção da minha boca e cagou MUITO, chega nem deu inteiro na boca. Mastiguei e engoli um pouco, o resto mastiguei até amolecer e cuspi na mão e espalhei pelo corpo. Então veio o segundo, merda mais mole, mas ainda sim muita merda, fiz um gargarejo e espalhei também pelo corpo, e então veio terceiro, era boy de academia, merda mole e doce, típica de quem toma muito Whey. Também fiz gargarejo e espelhei depois no corpo enquanto eles também ajudavam a espalhar. Havia tanta merda que eu consegui ficar inteiro marrom, as únicas partes do corpo que não tinha merda era dentro dos meus olhos, o cheiro era o que mais dava tesão, tenho certeza que o vizinho do apto de cima deve ter sentido o fedor da merda pois estávamos perto da janela. Então o segundo boy a cagar pulou em cima de mim e ficamos rolando no chão como dois animais se lambendo enquanto os outros dois batiam punheta em pé. Até que eles gozaram, então eu e outro porco também começamos a bater punheta até gozar. Mesentia no céu,opróprio paraíso na Terra rs. Nunca mais consegui repetir uma cagada grupal dessas mas até hoje desejo repetir.


** Sites de relacionamento Scat... Tem algum pra indicar?

Bom, eu basicamente fico entre os eu tenho perfil: scatboi.com, mybrownhanky.com, thisvid.com e gayscatvid.com


** Normalmente é muito mais difícil achar mulheres que aderem a prática.
 
Você acredita que possam existir muitas delas outras que curtem, mas tem medo de assumir?

Bom, como sou gay não conheço muito do universo sexual feminino, ainda mais dentro desse fetiche tão restrito e estigmatizado, mas suponho que assim como há muitos homens que curte creio que o mesmo número de mulheres seja igual, mas aí existe a implicação de falar sobre isso, expor esse fetiche, ou até mesmo a questão da auto-aceitação.


**CONSIDERAÇÕES FINAIS:
Obrigado pelo espaço, Gustavo. É muito bom podermos compartilhar um pouco da nossa experiência, desejos e fetiches com outras pessoas que curtem o mesmo que a gente, poder falar abertamente sobre sem julgamentos. Sucesso para o blog e que mais scateiros possam conhecer ele para termos mais uma plataforma onde podemos nos conectar. Se puder, divulgue o meu Skype: renan.ryuji Valeu!.

(clique na imagem para ampliar)


Nenhum comentário:

Postar um comentário