| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


sexta-feira, 27 de abril de 2018

(GAY) Conto: Mijão na praia.

Retirado do site: safados.uol.com.br
Escrito por:  Sideral

A tarde estava quente e aproveitei para dar uma última volta à beira-mar, antes de me despedir de Trindade, uma praia ainda pouco conhecida do litoral carioca. Estava acampado sozinho há alguns dias e uns poucos bares continuavam abertos àquela hora, num período de baixa temporada. Quando já estava para voltar para a barraca, vi um nativo de uns 35 anos (quase a minha idade) que voltava para sua casa e parou para dar uma mijada próximo a um quiosque abandonado.

Só éramos eu e ele por ali. Diminuí os passos e, por causa da areia, ele nem me ouviu chegar perto dele. Pude então ver a cara daquele moreno forte, rude e bonito, que botava um pau grande para fora do short, pela perna, sem nem mesmo abaixá-lo. Um tesão! Parei ao seu lado e fiquei olhando o jato grosso de mijo que ele despejava na areia, fazendo círculos e espuma no chão. Ele, claro, sacou logo o que eu queria e perguntou:

- Que balançar ele pra mim?

Prontamente, eu respondi:

- Não só balançar, mas quero que mije no meu pau!

- Põe ele pra fora, então, seu safado.

Mais que depressa, abaixei a sunga, levantei a camiseta e ele inundou com aquele mijo quente a minha vara que já estava duraça de tesão. Mijou legal enquanto eu socava uma gostosa punheta. Ele também logo ficou de pau duro e começamos a esfregar nossas picas, até que gozamos um na mão do outro. Passamos aquela porra nos nossos paus, demos um beijo bem molhado e entramos no mar. Depois de um banho gostoso, arrastei o nativo para minha barraca e tivemos uma puta noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário