| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


terça-feira, 10 de abril de 2018

Sommelier de Mijo e Merda.

 Autor Amigo Este é um texto escrito por um parceiro do blog.
por Renan Ryuji. 30 anos, gay, RJ.


Dizem as o pessoas que um dos melhores prazeres da vida é comer. Concordo! Comer sempre é aquela experiência que associa sensação, apreciação e saciedade. O que dizer então de comer merda? É um outro tipo de “prazer”, quase que indescritível, onde entra além dos sentimentos citados acima, o prazer sexual, e que claro, deixa tudo mais gostoso. É o verdadeiro “alimento afrodisíaco”. E no decorrer dessa minha incursão pelo mundo do scat, já tive o privilégio de receber muitas cagadas na minha boca, de diferentes pessoas, assim como também já comi bastante da minha própria bosta. Na minha curiosidade infinita, já fiz a experiência de comer determinados tipos de alimentos, para depois que cagar, comer a merda e descobrindo como fica o sabor. Então, queria aqui dividir com vocês um pouco do conhecimento empírico que acumulei como sommelier entusiasta de merda (aproveitando também para falar de mijo e peidos). Dividi em tópicos e características para assim ficar mais fácil de acompanhar:


MIJO
- MijoAmarelo Intenso: Definitivamente essa é uma das mijadas com o sabor mais fortes de todos. Normalmente ele acontece como sendo a primeira mijada do dia ao acordar ou quando se bebe pouca água. Muito concentrada, o sabor é bem salgado e muito forte, e o cheiro de amônia bem evidente. Eu gosto dela, porém nem sempre consigo tomar todo um copo por exemplo. É boa de tomar sozinha, sem acompanhamentos, de preferência direto da fonte, porque aí vai estar bem quentinha e o sabor se apura ainda mais, da muita água na boca o que provoca a vontade de beber ainda mais;
- Mijo Amarelo Claro: O clássico! O bom e velho mijãoé conhecido principalmente por essa cor. Tem as mesmas características damijada anterior, porém todas bem menos intensas. É um dos melhores pra e beber, e não tem nenhuma restrição.Pode beber direto da fonte, no copo, misturado, enfim, ao gosto do prazer. Recomendo muito aos que apreciam beber no copo, balançar o copo e inspirar o aroma antes, como se faz com o vinho, pois o cheiro do mijo vai atiçar ainda mais o prazer e vontade de beber, e aí vai ser difícil querer parar num único copo;
- MijoTransparente: Esse tipo de mijo é muito comum, acontece quando se está muito hidratado ou quando houve consumo grande álcool. Praticamente não tem sabor e nem cheiro nenhum. Como se fosse beber uma água quente e levemente salobra. Para os que apreciam muito misturar mijão com outras bebidas, essa e a ideal para isso. Inclusive, esse é meu tipo de mijo mais comum, pois tenho hiperglicemia e então bebo muita água (também faz sair mais docinhoo que pra mim é ótimo). Eu particularmente adoro esse tipo de mijo com gelo e limão num copo. Adoro beber enquanto vejo algum filme. E aí quando acaba é só apontar o pau pro copoe recarregar daquele aquele mijão gostoso outra vez;


MERDA E PEIDO
- Quanto consistência/textura:
                - Merda dura/encaroçada: Essa é merda que ficou muito tempo dentro do cu e deu uma leve ressacada. Fica dura demais e boa de mastigar. As vezes pela secura acaba que o cheiro reduz um pouco, o que é uma pena pro apreciadores do cheiro como eu. Demora mais pra dissolver na boca, então da pra mastigar bem. É bem mais fácil de ser engolida por iniciantes. O fato de estar seca faz a boca salivar, e isso acaba estimulando ainda o apetite;
                - Merda consistente/rugosa: Pra mim é a merda ideal! Nem muito dura e nem muito mole, da pra mastigar antes dela dissolver na boca. Normalmente resultado de uma alimentação com muitas fibras. É muito macia, e entra por entre os dentes fazendo com que o sabor se espalhe ainda mais pela boca. Uma verdadeira delícia! Serve para ser usada em receitas com merda, desde hambúrgueres de merda até milk-shakes com merda.
                - Merda consistente/lisa: É basicamente uma variação do tipo anterior, só que bem mais lisa, por vezes parecendo até uma tripinha. Isso acontece porque já está bem mais hidratada e por isso dissolve mais rápido na boca, não dando tempo de curtir bem o prazer de mastiga-la, mas ainda sim é ótima pra ser apreciada. Para os que gostam de comer merda com outros alimentos, essa é uma das melhores pra ser usada como uma pasta ou creme. Fica uma delícia!
                - Merda mole/molhada: É uma merda normalmente um pouco mais gordurosa e mais hidratada, normalmente quem não absorveu bem a água. Em geral não da pra mastigar, porque assim que entra na boa se dissolve quase que instantaneamente. Muitos scaters já não consegue comer esse tipo de merda, mas ela tem lá seus méritos sim. O sabor é bem apurados, então tem gosto forte, ideal para paladares exigentes. Uma ideia excitante e comer uma parte e usar a outra pra lambuzar o pau, o cu ou qualquer parte do corpo que se queira;
                - Merda líquida/diarreia: Olha, tiro meu chapéu para os que conseguem beber dessa incomum iguaria, porque é a que menos estimula a excitação. Não tenho nojo, mas não consigo engolir, ainda. Mas não é por isso que vamos desperdiça-la não é mesmo? Toda merda é sagrada! Eu gosto de usar pra fazer um gargarejo de leve, depois cuspo em cima de mim para lambuzar. Também é excelente para tomar banho: coloque o fornecedor num lugar mais alto que você e fique ajoelhado abaixo dele, imagine que o cu dele é um chuveiro e tome um dos banhos mais excitantes da sua vida. Quando fiz eu me senticomo se estivesse tomando banho perfumado em um spa;


- Quanto a cor:
                - Merda amarela: Essa é a merda que tem o cheiro de peido mais forte, eu particularmente gosto bastante. Ele se espalha rápido pelo ambiente e dura bastante tempo, da pra sentir até o sabor da merda pela língua se você respirar pela boca.A merda em si é bastante gordurosa por isso não recomendada para que quem da geração fitness. O gosto é um pouco azeitado, mas ainda sim de lamber os beiços para um bom apreciador como eu. Pode ser misturada com outros alimentos também, mas o sabor dela vai sobressair sobre qualquer coisa com que você tentar misturar, então nesse caso melhor logo xomer pura mesmo.
                - Merda avermelhada: É a merda de quem se como beterraba ou alimentos com corante vermelho. Boys de academia que tomam whey também tem a merda levemente avermelhada. Essa merda é um tanto comum de ser encontrada e depende de alimentação bem especifica. Eu já consegui fazer com a minha bosta, usando tanto beterraba ou com whey, e ela ficou um pouco agridoce, muito boa de comer. Para iniciantes, é melhor pedida, porque o docinho da merda vai se espalhando na boca e dando aquela vontade de comer mais e mais.
                - Merda verde escura/preta: É a merda que veio do consumo de alimentos ricos em ferro, como o feijão, e até aquele açaizinho da academia consegue esse efeito também. Peido dessa merda é uma delícia, o cheiro bem típico e forte que se espalha rápido por todo ambiente porém não dura tanto tempo. O gosto não é tão forte, então da pra ser apreciada de boa pelos iniciantes também. É uma das minhas merdas preferidas.

                - Merda marrom: Ahh, essa eu deixei por último poisé a própria personificação da perfeição na Terra. Essa é a merda saudável, que é obtida com a dieta balanceada: fibras, muita proteína, pouca gordura e carboidratos suficientes para aumentar a massa da merda. Normalmente é muito macia, suculenta, tem uma textura que derrete na boca depois de algumas mastigadas, desce pela garganta feito mel. Quanto mais fibra a gente come, mas ela fica inteira e consistente, e sai toda pelo cu sem nem quebrar, ficando aquele merdão enorme que dátesão só de olhar. O peido dessa bosta é o mais comum, o cheiro clássicodo peido que estamos acostumados a sentir, infelizmente sua duração no ar é relativamente curta, mas é um perfume que não da pra ninguém deixar de sentir.Esse peido costuma a abrir meu apetiteentão quase sempre curto uma sessão de peido na cara antes de começar o “jantar”.Ideal para ser misturada com qualquer tipo de comida, pois os gostos se misturam perfeito e você vai se encantar com os “novos sabores” que seu paladar vai descobrir. Eu sou EXTRAMAMENTE apaixonado por esse tipo de merda, tanto pra comer em natura tanto pra fazer receitinhas.Essa merda apesar e ser um tipo bem comum,tem pequenas variações que alteram um pouco o sabor final,isso ocorre de acordo com a alimentação do fornecedor. É difícil descrever essas variações, tanto na cor quanto na maciez, porém com o tempo da pra gente ir percebendo e aprendendo essas variações só no olhar. O tom de marrom que não é tão escuro e não é tão claro, normalmente é o melhor, e a textura impecávelé quando ela inteira e consistente,porém não está totalmente lisa, e também não é tomada de rachaduras ou muito encaroçada. Essa é a merda sublime! Só de escrever sobre ela minha boca encheu de água. Ao encontrarem alguém que forneça esse tipo de bosta, faça muito bom proveito porque o deleite é real. Inclusive o dono do blog é especialista em produzir esse tipo de merda, fica a dica aqui pra quem estiver procurando um bom fornecedor, superrecomendo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário