| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


segunda-feira, 4 de junho de 2018

Conto: Scat duplo na praia. (Parte 2)

Retirado do site: adoida.com.br
Escrito por: Paulo

Esta é uma continuação. Leia o primeiro conto clicando aqui.

Xanda e Karen chegam bem perto do meu rosto e admiram o kaviar de Karen, marrom e grosso, ainda com uma ponta dentro da minha boca. Chegam bem perto e passam a língua nos meus lábios e no cocô. Suas línguas ficam marrons e elas saboreiam o Kaviar com muito gosto e se beijam com muito tesão tb. Gostou? Pergunta Karen, é bom, mas o meu vai ser ainda melhor, comi um monte de chocolate pra ele ficar docinho. Tento falar, mas não sai nada com aquele merdão enfiado na minha boca, elas percebem e tratam de puxa-lo para fora e estica-lo no meu peito. eu adorei esse aqui disse ainda me lambendo para saborear o restinhos que ficaram na minha boca. olha o tamanho dele…disse Karen, apontando para sua obra. Realmente tinha uns dois palmos de esticados no meu peito, e o cheiro já estava bem forte também. Agora é minha vez, grita xanda. eu ainda tenho mais um pouquinho aqui dentro completa Karen. Então segura, que agora sou eu, não consigo mais esperar interrompe xanda, se agachando na minha cara e abrindo aquele cuzão que eu tinha arrombado com o meu pau, que já esta enorme. Mas elas não estão nem ai pra ele, só querem saber de cagar.

Então Xanda começa a narrar sua cagada na minha boca. Karen fica ao meu lado olhando atenta para a bunda de xanda. Então ela começa: Estou fazendo força, ele vai começar a aparecer, esta muito duro o seu cu se abre e começa a aparecer a ponta de uma bosta mais escura do que a da Karen, quase preta, mas tão grossa quanto. olhem, olhem bem que vai sair tudo a merda começou a sair, grossa e lentamente, o cheiro ficou ainda mais forte. Quando já tinha uns 20cm caiu em minha boca e outro pedaço começou a sair de seu cu, agora com aparência já mais pastosa e mais 20cm caíram na minha boca, já cheia de merda e se espalharam para os lados. não se mexam, fiquem ai que tem mais, muito mais e saiu mais um monte de merda que foi se acumulando na minha cara, em cima da boca, nariz e queixo e caindo sobre o peito. A merda da Xanda era diferente, saia uma linguiça de uns 20 cm e caia e então saiam mais e mais pedaços do mesmo tamanho, formando um montão na minha cara. Quando a ultima parte saiu já estava encostando na bunda dela de tanta merda que foi. agora deu, acabei Xanda se levantou e olhou para sua obra, enorme sobre meu rosto e disse: eu falei que o meu ia ser maior, olha só a quantidade. Eu não conseguia falar nada com aquele monte de merda na cara. As duas novamente chegaram seus rostos bem pertinho e passaram a língua na merda. um que bom, ficou mesmo com gosto de chocolate disse Karen, saboreando o scat de sua amiga.

Então elas começaram a colocar a mão na merda e tiraram o monte da minha cara e colocaram no meu peito ao lado da linguiça da Karen. Engoli o que ficou na boca e realmente esta ótimo, com um gostinho de chocolate. A essas alturas eu já esta quase gozando quando senti que a Karen se preparou em cima do meu pau e começou a abaixar, mirando sua buceta e senti meu pau entrando nela. Vou te dar a buceta agora porque ainda tenho coco pra fazer, mas depois quero que coma o meu cu também disse Karen iniciando os movimentos de sobe e desce. Não resistimos muito e gozamos junto, com a xanda admirando o nosso amor e se masturbando com o cocô do meu peito. Karen deita ao meu lado e fica brincando com todo o coco que já esta espalhado pelo meu peito. Xanda reclama: eu também quero gozar, mas o teu pau esta mole…, claro, eu recém tinha gozado. Deixa que eu dou um jeito nisso disse Karen, levantando e agachando-se sobre o meu pau, com o cu virado pra mim. Eu disse que ainda tinha mais cocô, vou fazer em cima do teu pau e quero ver se ele não acorda de novo. Só de ouvir isso e ver o seu cu mirando a cabeça do pau eu já fiquei exitado e o pau endureceu e ficou reto encostando na bunda da Karen. Xanda pego o pau e colocou a cabeça direto no cu da Karen. vai, faz cocô nesse pau lindo que eu vou colocar ele todo dentro de mim. Karen levanta um pouco e começa a forçar a saída de mais um linguiça de merda diretamente na cabeça do meu pau. Sinto o calor do scat em meu pênis e quase gozo. 

Nisso a xanda se posiciona e começa a penetrar meu pau, cheio de merda da Karen, em seu cuzinho apertado. O scat ajuda a lubrificar e entro fácil nela. Alguns minutos depois, no meio de um beijo cheio de scat com Karen, Xanda anuncia que vai gozar, e eu aproveito e gozo junto, pois já não aguentava mais de tesão.

Ficamos os três deitados no chão do banheiro, fadigados, e literalmente cagados.

Isso tudo na madrugada de sábado para domingo, imaginem o resto. 
Esse foi o melhor fim de semana que tive nos últimos tempos.

Um comentário: