| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Cheiros Afrodisíacos


Luiz Mott

Gosto não se discute e em matéria de sexo, tem coisa que muitos  gostam, alguns  adoram e a maioria simplesmente detesta. Por exemplo, o chamado beijo-negro, cientificamente chamado de anilíngua e que o povão chama mesmo é de “chupar o cu” e na gíria gay é conhecido por “cunete”: cansei de ouvir falar de rapazes que recusam-se beijar a boca do gay e no entanto beijam, metem a língua toda e chupam gostoso o furico  do parceiro. Gosto não se discute.

A mesma coisa em relação aos cheiros – para uns verdadeiro perfume celestial, para outros, catinga repelente.

Um exemplo: há uma árvore que parece uma palmeira, que quando bota cacho, exala um odor que eu pessoalmente acho insuportável – a metros de distância sinto sua presença sufocante. Há anos passados, ao visitar pela primeira vez minha irmã Lenita em sua casa em Botucatu, eis que bem no meio de seu jardim lá estava a maldita árvore  “naqueles dias” : muita gente nem presta atenção a este cheiro, eu detesto e para minha surpresa, minha irmã me vem com esta: “adoro este perfume – parece cheiro de esperma…” Nessa época ela vivia intenso erotismo com seu maridão.

O esperma é  aliás um  cheiro problemático: em certos manuais  de biologia o sêmen  é  descrito como tendo o gosto de castanha do Pará e cheiro de água sanitária. Quanto ao gosto, objetivamente, nunca senti a menor semelhança com o fruto da castanheira (internacionalmente conhecida como “brazilian nuts”), mas de  fato, gala tem o mesmo cheiro de  Cândida, Quiboa ou Brilux, odor tão semelhante que as vezes quando num ônibus sinto este cheiro tão característico, geralmente proveniente de alguma mulher com aparência mais humilde, fico em dúvida se ela acabou de foder e ainda está cheirando a esperma ou coitada, lavou roupa o dia todo e ficou impregnada com o cheiro de água sanitária. Preste atenção a estes odores e há de concordar comigo.

O fedor e a catinga detestado e evitado por  alguns, muitas vezes é  procurado e considerado  excitante para outros. Como sou gay e escrevo para a coluna GLS, vou me deter mais nos cheiros afrodisíacos masculinos. 


Cheiro de sexo é um capítulo polêmico: nos Estados Unidos tem revistas e grupos de pessoas que só curtem  homens “inteiros” – isto é, que não são  circuncidados, pois lá, a maioria dos meninos logo quando nascem são operados de fimose, ficando com a genitália semelhante à do  Presidente Clinton, que segundo depoimento dos que já a  experimentaram… tem a glande, (cabeça do pau) bem vermelha e prá fora daquela pelanca que cobre os incircuncisos.
Homens com  prepúcio cobrindo a glande geralmente têm cheiro mais ativo e é exatamente este perfume que muitos gostam: o cheiro do sexo. 

O cheiro da virilha é outra fascinação para muita gente: meter o nariz do lado do saco, esfregar o rosto nos pentelhos passando de um lado para o outro debaixo do saco vale mais do que qualquer perfume francês para muita gente! Eu mesmo, só em  descrever tal viagem já fico de pau duro, podes crer! Continuar explorando cada milímetro desta parte do corpo, cheirando, empurrando o nariz debaixo do saco, passando a língua de um lado para o outro, cada vez descendo mais em direção ao olho de baixo – não há filho de Deus que resista a essa provocação e não fique com o cu piscando. Alguns querendo apenas a língua, outros a ponta do dedinho, outros o caralho, alguns mais gulosos, a mão e o braço ou talvez até peidos. Gosto não se discute.


Por essas e por outras preferências eróticas que Freud dizia que todos nós,  seres humanos, somos perversos polimorfos, expressão clássica que trocada em miúdo quer dizer que todos temos imensurável capacidade e gosto para as sacanagens mais variadas, alguns  ficando de tesão em cheirar o cangote cheirando a  perfume francês, outro se ligando em cheiro de cu, gases intestinais ou na catinga do sovaco e no bodum debaixo do saco. Como diz a sabedoria  popular: gosto não se discute!

Retirado do site: luizmottblog.wordpress.com

Um comentário:

  1. Eu adoro cheiros afrodisíacos... cheirar cuecas sujas, cuecas mijadas, freadas.. já cheirei muitas, de amigos, de primos, as minhas.. o cheiro de macho me excita demais.. nunca me atentei ao cheiro da virilha, mas amo cheirinho natural de saco.. aquele em que o macho fica com a cueca o dia inteiro e só tira à noite para o banho.. DELÍCIAAA..
    Tb sou adepto do SCAT, porém, nunca fiz com ninguém.. pratico comigo mesmo lambuzando de merda a cueca e o corpo inteiro.. como moro com outras pessoas não é sempre que posso me deliciar assim...posso dizer que é bem difícil rolar uma cagada na cueca. O mais próximo que posso chegar é das dedadas no cu para melecar os dedos e passar nos mamilos.. como é gostoso isso!!! Apesar disso, jamais perco momentos oportunos como o fim de semana passado em que estava sozinho em casa.. foi uma das melhores cagadas de todas com direito a merda até na sola do pé! me lambuzei todo, da cabeça aos pés.. quando estou assim todo melecado de bosta, a gozada é surreal. TESÃO!!!
    não gosto de por na boca e amo ficar cheirando a mijo tb.. gosto de ir mijando na cueca e punhetando, assistindo um belo pornozão.. às vezes eu mijo num copo e tomo um banho gostoso com a urina vestindo uma cueca.. depois que o corpo e a cueca ficam meio secos, o cheiro é alucinante... é como uma droga.. muito bom..
    Se vc vier sentar aqui na cadeira do meu pc vai perceber o cheiro de suor, mijo e cu que exalam.. mas é difícil evitar, afinal, meu quarto é onde rolam as melhores mijadas e dedadas hehehe

    ResponderExcluir