| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


segunda-feira, 1 de outubro de 2018

A coragem de contar pra alguém.

 Autor Amigo Este é um texto escrito por um parceiro do blog.
por CP. 25 anos, hétero, RJ.


Um tempo atrás rolou uma matéria aqui sobre Como convencer alguém a cagar em cima de você. Achei todas as dicas super válidas e gostaria de complementar com mais informações detalhadas de como abordar o assunto, pois depois da auto aceitação, esse é um dos temas mais complicados e que gera mais dúvidas entre todos que possuem esse tipo de fetiche.
Eu mesmo já tive muito medo de contar e quem gosta disso sabe o quanto é frustrante ter um relacionamento em que seus fetiches ficam escondidos. Por isso, acho importante falar sobre isso e tudo que vou escrever é baseado em como eu já fiz para contar para as garotas que estiveram comigo e em dicas de outras praticantes desse fetiche que já li por aí.
É normal surgir essa dúvida de não saber a hora certa de se abrir com a pessoa que está com você pelo medo da reação e do julgamento dela. Assim, eu considero esse um processo que deve ser conquistado ao longo do tempo em um relacionamento, porque considero que só devemos abrir nossos segredos mais íntimos com quem já temos intimidade e confiança suficiente para expor esse lado que sempre guardamos da sociedade.
O primeiro passo é saber que a mulher pode não gostar disso, ou nunca nem ter pensado no assunto, então é importante estar preparado para receber uma negativa ou um questionamento com certo estranhamento no começo (isso é natural e caso ela realmente não queira respeite a opinião dela, não seja cuzão), mas isso não é uma barreira intransponível, pois há formas de você perceber como será a relação dela e é isso que quero falar aqui.
Além da confiança e intimidade, é importante você deixar a pessoa sempre confortável em falar tudo que pensa e agir da forma mais natural possível na sua frente, deixe ela demonstrar se é aberta ou fechada a novas experiências, quais seus limites sexuais e na vida. No começo de relacionamento jogue piadas sobre peido, cocô e xixi. Incentive ela a peidar na sua frente, a fazer xixi de porta aberta e a brincar e falar sobre a vontade de fazer cocô. Isso já vai deixar ela confortável com a situação e vai quebrar o primeiro tabu entre vocês fazendo com que essas coisas se tornem naturais e até divertidas dentro de relacionamento.
O segundo passo, e um dos mais importantes, é a sua forma de agir durante o sexo e perceber quais os limites que ela possui. Tente sempre explorar a região do cu na hora do sexo oral (se você não gosta de chupar sua mulher, me desculpa, mas você nem merece que seus fetiches sejam realizados). Enquanto estiver chupando ela, sempre lamba o cu e perceba qual a reação dela, se ela gostar chupe, passe bem a língua, cheire e coloque o dedo, porque isso vai fazer com que ela perceba o quanto você gosta disso e vai que ali você já ganha uma boa surpresa dela com um peido ou até um pouco de merda?! Porque se isso acontecer é o momento perfeito para você agir com naturalidade e mostrar que seu tesão por ela é tão grande que você só não se importa com aquilo, mas ainda sente mais tesão ainda quando ela faz essas coisas.
O segredo é você sempre demonstrar que não tem nojo de nada que venha dela, pois é provável que se ela nunca fez nada disso, ela mesma tenha nojo do próprio cocô ou de peidar na sua frente. Então sempre que qualquer coisa que seria “nojenta” acontecer, mostre que você gosta tanto dela que não tem nojo de nada, que isso na verdade te deixa mais excitado por ela estar sendo na sua frente quem realmente é na intimidade. Sempre demonstre o seu tesão por ela quando age naturalmente e faz essas coisas, todo mundo gosta de saber que desperta o prazer no seu companheiro.
Pode ter certeza que mesmo que ela não venha gostar de scat, só de saber que você vê ela dessa forma o tesão dela em você vai aumentar muito e o sexo vai ficar cada vez melhor. Não tem nada melhor do que a mulher saber que pode ser ela mesma e agir de forma bem safada sem ser julgada.
Outra forma de começar a introduzir essas práticas é através da chuva dourada, atualmente as brincadeiras sexuais com xixi estão perdendo bastante o tabu e é mais fácil de acostumar. Mije na frente dela e incentive ela a mijar de porta aberta. O banho é o lugar perfeito para isso, faça xixi na frente dela e se tiver a liberdade faça um pouco nela de brincadeira e veja a reação, se ela rir ou brincar, brinque de volta de alguma forma que leve ela a fazer isso em você também.
Por último, quando perceber os sinais e ver que ela pode estar aberta a isso. Espere um momento de bastante tesão e coragem, aquele momento de sexo bem selvagem que todo relacionamento tem e proponha a ela que faça algo diferente. Fale dos outros momentos que brincou com o cu dela, ou como você fica excitado por ela quando ela peida, mija ou caga na sua frente e diz que queria muito experimentar isso durante o sexo, porque sabe que vai ter mais prazer ainda com ela. Dizer que já gosta disso ou não fica a seu critério, mas sempre foque nisso entre vocês dois. Nesse momento ela pode estranhar, mas é a maior chance de fazer algo do tipo. No começo ela pode ter dificuldade, mas se você for carinhoso, paciente e souber deixar ela confortável e com muito tesão ao mesmo tempo, pode ter certeza que vocês vão ter o momento mais sujo e prazeroso da sua vida. E depois da primeira vez tudo vai ficar mais fácil.
Espero que isso possa ajudar vocês a terem coragem em contarem para seus parceiros sobre seus fetiches e torne a relação ainda mais prazerosa!
Se alguém tiver alguma dúvida ou dica é só comentar aqui embaixo ou entrar em contato comigo (CP) direto pelo meu e-mail cp.fet@hotmail.com.

Para mandar experiências e relatos para o blog, envie um e-mail para tavolinder@hotmail.com  

Bons peidos galera!

Um comentário:

  1. Realmente, concordo muito com suas dicas. Eu to tentando aos poucos introduzir isso com a minha esposa. Vamos fazer 4 anos juntos e um ano de casado e antigamente ela não arrogava, não peidava e nem fazia cocô na minha frente mas depois comecei a deixar ela bem à vontade. Tudo começou quando fizemos anal sem camisinha e ela sujou muito meu pau. Apesar de ter sido acidental tive uma sensação de prazer absurdamente forte, ela ficou com muita vergonha pq o cheiro da merda tava muito forte mas ao mesmo tempo que o cheiro tava forte senti que ela curtiu e sentiu prazer, pois ela gosta de anal. Senti que ali era a abertura, ainda não assumi meu fetiche pelo scat, mas acho que estou indo pelo caminho certo.LBNJ

    ResponderExcluir