| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


segunda-feira, 8 de outubro de 2018

(GAY) Conto: O marrento que curte scat.

conto erotico scat
Retirado do site: casadoscontos.com.br
Escrito por:  Giovani

Meu nome é Giovani, sou loiro, olhos azuis, tenho um bundinha grande, 69 kg, 1,70 e 19 anos.

Eu fui pra uma escola nova (pública) e essa escola já era conhecida por ter muita gente favelada envolvida com drogas, armas etc. Eu sempre fui meio santo, eu batia bastante punheta, quase todo dia, mas nunca enfiei nada no cu, nem dedo nem nada, e como eu já tinha passado da puberdade meu cuzinho era bem peludo.
Assim que eu cheguei no 1 dia de aula na escola nova já não gostei. Não sobrou lugar, então tive que sentar no fundo junto com os meninos bagunceiros, aquele canto da sala fedia muito. Logo no 5 dia mais ou menos, eu vi um menino e me apaixonei por ele, João. não só por ele ser muito bonito, mas também porque a bunda dele era muito grande mesmo, e ele usava boné, era meio gordo mas não gordão ele era parrudo, muito gostoso e tinha um estilo bad boy, marrento, era um sonho de qualquer gay.
Um dia a professora mandou fazer trabalhos, mas como quando os amigos da sala se juntavam ninguém fazia nada, a professora resolveu que ela mesma iria formar as duplas
Quando ela falou meu nome eu torci pra eu fazer dupla com o João, assim eu poderia olhar muito pra bunda dele.
Ainda bem que eu fui com ele, a professora formou nós dois como dupla.
Chegou o dia que a gente ia fazer o trabalho. Eu tive que ir na casa dele porque ele falou que não ia sair de casa, e eu que comprei tudo também. Chegando lá eu me deparo com uma casa muito luxuosa, nem sei por que ele estudava lá. Toquei a campainha e entrei, quando eu cheguei dentro ele estava deitadão no sofá com as perna abertas. Naquela posição dava pra ver que ele estava sem cueca, com o pau aparecendo pra fora sem querer. Quase lambi os beiços na frente dele.
Ele estava sem camisa também e tava todo suado.
-eae. ele disse
eu: oi
joão: sorte sua que você não chego antes porque eu tava jogando bola e cheguei agora pouco.
Dava pra ver bem os pelinhos do sovaco dele molhados de suor.
Eu: pois é, ainda bem que não cheguei antes
João: to vestido desse jeito porque to com calor e já que não tinha ninguém em casa, hehe
eu só ria e disfarçadamente olhava para aquele corpão todo suado
a gente foi fazer o trabalho e ele deitou de bruços no chão pra escrever e eu também fiz isso. Eu não parava de olhar pra bunda ele
Até que ele soltou um peido, meu pau ficou duro na hora e ele falou
- ah sente o cheiro do meu cú aí, hahah
dai eu falei: sinto mesmo
ele ficou me olhando com um sorriso safado no canto do rosto com uma cara de tipo "nossa, e não é que ele gosta mesmo!"
joão: levanta aí viado, vamo pro banheiro
Chegando lá ele já soltou uma na minha cara com aquele bundão, e mandou eu deitar minha cabeça na privada, olhando pra cima, sentou na minha cara e soltou um cocozão muito grande e preto e mandou eu mastigar e cuspir o cocô na boca dele, eu obedeci. Depois ele soltou mais um cocô, mas esse ele segurou na mão, mandou eu virar de costas e começou a meter o cocô no meu rabo, até que gozei, ele pegou meu gozo com a mão ,assoou o nariz cheio de catarro em cima do gozo, misturou com o dedo e usou de lubrificante pra enfiar o cocô no meu cu.
Meu cu tinha cocô, meu gozo, o gozo dele, catarro, e ainda depois ele mijou, e me obrigou a ficar com o cocô dele enfiado no meu cu o dia todo, agora a gente sempre faz trabalhos juntos. rs

Nenhum comentário:

Postar um comentário