| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


terça-feira, 2 de outubro de 2018

O CyberScater e o AutoScater.

gostar de sexo com coco não é proibido
por Gustavo Scat (Loiroomegle) 

Fetiche apenas no virtual.
Sabe "aquela coisa de não sair da imaginação mesmo"? É disso que estou falando.

Comentei com o CP esses dias sobre o quanto eu amava ler os textos dele, do Renan...
E deve ser mais ou menos isso que alguns leitores sentem quando leem um texto sobre Scat.
É fantasioso, é diferente, é insano.... não é real, e satisfaz. Ótimo! - Mais saudável que isso, impossível.

É muito louco conhecer a cabeça das pessoas.
O mundo virtual nos divide, e possibilita conhecer nosso outro lado.
Algo que jamais imaginaríamos gostar - se não fosse a maravilhosa internet.
Penso que, se a internet não existisse e eu nunca tivesse trocado uma ideia com alguém,
ou visto algum vídeo de scat, eu ia pensar que sou o único ser que sente tesão em merda no mundo, e aí sim eu ia pensar que sou louco.

O blog é o meu arquivo pessoal de informação e tesão puro.
Sinto o imenso prazer em consumir conteúdo online sobre scat.
Então me denomino como CyberScater.
E se você também ama assistir vídeos pornô com merda, mijo e afins... você também é um.

Eu penso até em um dia (se a coragem bater) imprimir a porra toda.
Tipo sério. imprimir um livro sobre tudo que aprendi e me permiti descobrir sem pudores.
Guardar todos os textos do blog, sem exceção. Uma versão do blog impresso, para eu nunca mais perder esse conteúdo. É tudo o que eu mais sinto tesão.

Percebe o quão importante é ler e saber um pouquinho sobre o assunto,
e se divertir sem preocupação com terceiros? O conteúdo digital as vezes pode ser o suficiente.
Até por que a maioria dos scaters começam pela internet.
Depois resta saber se você terá coragem de se assumir ou gostar realmente do negócio.

Tem coisas por exemplo, que sendo muito sincero com você, eu nunca faria na "vida real".
Um bom exemplo é boa parte da Lista de vontades e ideias criativas.
A maioria das coisas lá escritas são absurdas e eu não conseguiria reproduzi-las de verdade,
nem no máximo tesão absoluto do meu ser.
MAS todas elas me dão tesão.
Tesão de ler e imaginar a situação mesmo... Quanto mais criativas melhor.

O que eu quero dizer é que tudo bem você gostar de se divertir apenas pela internet, trocando um papo com alguém em algum bate-papo, trocar nudes, se masturbar assistindo vídeos ou imaginando situações.
Esta é uma vertente do fetiche e não é por que você é adepto que você precisa gostar de absolutamente tudo.

E posso te falar uma coisa?
É a coisa mais normal do mundo bater aquela bad depois de gozar.
- "Jura que eu sinto tesão em bosta?!"
É normal sentir isso.
Eu sentia muito essa deprê pós punheta quando me imaginava em situações com merda,
inclusive já me questionei muito em ter criado este blog.
- "Será que eu não fui longe demais?". 
Como isso não me faz/fez nenhum mal e posso matar um tempo estudando e pesquisando sobre,
tenho certeza que curto fazer comigo mesmo.
Estou feliz com isso e me aceito.

E este é o segundo passo: ser um AutoScater.


Eu vim me conhecendo desde cedo... Lá trás quando fui descobrindo minhas próprias origens.
(Leia: A origem dos meus fetiches.)
Fui me permitindo bem aos pouquinhos.
Tipo, descobrir que sentia tesão/curiosidade pelo meu próprio cocô e meus próprios cheiros de peido e cu.

E de uma coisa é certa: A vida real é muito diferente do virtual.
E por mais que o tesão exista, leva um tempo pra gente se aceitar - também é normal tá?
Esse tempo pode (e com certeza irá) levar anos.

Hoje eu posso dizer que sou um AutoScater assumido.
Meus maiores orgasmos foram batendo uma punheta sozinho no banho,
rolando de tudo um pouco com minha própria merda, mijo e cuspe.
Posso fazer o que eu quiser por que eu não vou me auto julgar. - E este é o curinga!

Acho até que aprendi a curtir o gosto. Principalmente de mijo.
- Mijo tem gosto de buceta, vai... pra você que é curioso.
Tentando ser ainda mais especifico, sabe aquele azedinho de um energético? Só que salgado.
Mas se você for parar pra pensar no gosto, você não vai curtir.
É mais fácil explicar para os gays e mulheres: Sabe o gosto de porra?
Você não sai por aí pensando "Caralho, que delícia que é o gosto de porra"
mas, aquilo se torna uma delícia se você curte e está no tesão quando faz. Entendeu?
É a mesmíssima coisa com merda e mijo.
Pronto, matei a grande questão do gosto de mijo e cocô. Aliviado. (risos)

O processo levou cerca de 8 anos.
Eu sempre tive tesão em meus cheiros.
Me lembro a primeira vez que experimentei merda na vida...
Eu já sabia que curtia scat, mas não tinha aceitado a ideia 100% ainda,
então no banho eu coloquei na língua um pedacinho de cocô, só pela curiosidade do gosto mesmo. Foi o meu primeiro passo da "vida real" e meu batizado Scater. kk

- Antes que surja a duvida: eu nunca engoli cocô.
Admiro a coragem de quem faz, mas não é pra mim.
Gosto de mastigar a minha própria, sentir a textura, o meu cheiro, misturar com mijo, cuspe e todas as minhas loucuras, mas tudo dentro dos meus próprios limites.

Mas como seria uma transa scat de fato? - digo agora com outra pessoa.
Será que eu sentiria tesão em uma pessoa peidando fora de um contexto sexual,
por exemplo enquanto ela toma um sorvete?
Bom, a minha sorte é que minha primeira vez com mijo
(Enfim recebi Chuva dourada - e foi uma delícia.
eu já estava certo de que gostava do meu próprio.
E cara, mijo não tem muita diferença e gosto não.
Mas aconselho sempre começar aos poucos, como estou fazendo.

Em agosto de 2018 descobri o que eu sentia pelo cheiro de uma ficante minha.
Estávamos em uma festa e infelizmente ela bebeu demais, e eu tive que ficar cuidando
dela isoladamente em um canto do lado de fora da balada.
Como ela estava bêbada e estávamos só nos dois, ela não reparou e soltou um peido perto de mim.
Eu não sei vocês, mas eu não sinto tesão em qualquer peido, merda, ou mijo...
É o peido "daquela pessoa especial", entendem?
Eu realmente gostei, e acho que acabei curtindo por que me acostumei com os meus.

Dias depois nós transamos e eu revelei pra ela que curtia cheiros.
- Dica pra você não entregar o ouro de uma vez pra alguém,
assim você repara como a pessoa reage ao "suposto nojo". Revele que você curte cheiros.
Resumo do rolê: Tivemos uma bela transa com cheiros de cu. Só que dessa vez, o dela.

Querido amigo e leitora fiel.
O que eu quero dizer com tudo isso é que você não é "menos scater" só por que você
apenas gosta de curtir na internet, ou só sente tesão no seu próprio cocô.

Você pode sim curtir o fetiche do seu próprio jeitinho, o mais light que for.
Mesmo que você nunca vá um dia praticar e gosta de ficar imaginando e assistindo as situações.
Se é isso que te faz feliz, e você está confortável nesta posição, seja bem-vindo(a) ao mundo scat.

Que fique claro: Todas as suas vontades
podem sim ser apenas uma grande fantasia, que está valendo.
Apenas divirta-se.

6 comentários:

  1. Ola Gustavo.
    Estava pensando comigo, porque não fazer um grupo no WhatsApp? Somente com pessoas que realmente estejam afim de um bom papo sobre scat e até novas amizades com pessoas com o mesmo fetiche em comum? As vezes é tão complicado ter que mandar e-mail e esperar um bom tempo pela resposta. Valeu, abraços .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá rapaz. Bom, eu estou em alguns grupos e infelizmente o que menos tem talvez seja o tal "papo", grande parte são curiosos querendo apenas vídeos e fotos para "tocar uma" naquele momento e fim. Confesso que dessa coisa da putaria eu já estou um tanto cansado, até porque tem vários sites por aí onde podemos ver videos e fotos de todo tipo para gozar a hora que quisermos, mas um bom papo "mais cabeça" sobre scat é meio dureza de achar.

      Excluir
    2. Infelizmente é isso aí mesmo que o Renan falou... a maioria dos grupos de Whatsapp são apenas para trocar fotos e vídeos... é a
      coisa mais difícil do mundo achar quem curta debater sobre. Quem sabe não possamos fazer este espaço por aqui? - Até por que o maior objetivo do QueroScat é a informação e a curiosidade. :)

      Excluir
    3. Me identifiquei com o que escrevesse Gustavo acho pois curto muito ver videos sobre scat mas de fato nunca cheguei a fazer pra valer mesmo, mas curto muito o cheiro do meu proprio coco e sinto tesão de ver fotos e videos de merdas de outros caras mas tipos que me agradem, mas gosto muito de conversar sobre isso trocar ideias querer saber oq outros scaters pensam so q a maioria n gosta de ficar falando e sim apenas de fazer, parabéns pelo texto !

      Excluir
  2. texto bem escrito pra caramba, maravilhoso

    ResponderExcluir