| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

A primeira vez de Leon no Scat.

 Autor Parceiro Este texto foi previamente autorizado a ser replicado.
por Leon Scat. 38 anos, hétero, SP.

Bem, depois de muito fazer "scat solo" e ver milhares de vídeos na internet, não aguentava mais a punheta. Precisava partir para a ação e realizar scat. Eu precisava experimentar o cocô de outra pessoa, cheirar, lamber...

Mas onde eu iria encontrar alguém? A primeira saída foi procurar uma garota de programa que fizesse. Achei, uma loira linda. Atriz pornô. Depois de muito pensar se devia ou não, liguei e marquei. E lá fui, ao flat dela. Paguei 200 reais. Não vou dizer que foi ruim, mas aprendi ali que seria a primeira e última vez que pagaria por scat.

Scat não é uma relação fria e comercial. Tem que ter prazer das duas partes. Ambos devem curtir com muito tesão o momento. A moça deixou o cu sem lavar. Mas não estava fedido como eu gosto, pois garota de programa sempre tem que tomar muitos banhos. Ela também não conseguiu cagar muito. Acho que não tinha material suficiente... rsrsrsrs.

Sobrou o anal sujo, que serviu de alguma coisa... mas não foi a melhor das sensações. Não saí daquele encontro satisfeito. Queria alguém que curtisse e não cobrasse. De novo, a pergunta. Onde encontrar alguém?

Comecei a abrir sala de Bate-papo no UOL, com o nome de scat, cocô, peido. Consegui alguns contatos. Mas como confiar em pessoas que nunca vi? Levava esses contatos para o skype e tentava fazer chamada de vídeo, para conhecer melhor as pessoas. Até que uma moça, que não morava longe, me pareceu mais disposta e se mostrou uma pessoa legal.

Depois de conversar no skype, ela disse que podia naquele momento. Eu estava de boa, em casa. Era uma tarde de dia de semana. E ela veio até minha casa (olha o risco que corri! rsrsrsrs). A vontade foi maior. Foi tudo muito rápido. Ela passou menos de meia hora comigo. Chegou, tirou a roupa e cagou na minha cara. Nem bem o cocô saía do cu dela, eu gozei, pois esperava aquilo por anos da minha vida.

Não foi uma ejaculação precoce. E sim um orgasmo contido por anos. Tanto é que, quase ato contínuo, gozei uma segunda vez. Ela cagou na minha cara. Apenas isso. Eu me lambuzava com o cheiro e o gosto. Ela se limpou e saiu. Mal trocamos 2 palavras. Mas eu curti! Muito! Considero essa minha primeira vez no scat. Depois, perdemos contato. Acho que ela começou a namorar, eu já era casado, enfim...

O importante é que essa seria minha primeira vez no scat. Se você me perguntar como foi minha primeira transa, juro, nem lembro direito. Agora essa, vou guardar pra sempre. 
Sexo pra mim é scat. Sem isso, perde completamente a cor, o brilho, o desejo, a excitação. 
Beijos e um cheiro no cu. Add lá no skype: amocheirarmerda@hotmail.com


Texto extraído do blog scatsexo.blogspot.com de autoria de Leon Scat.
Escrito em junho de 2017 - Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário