| DICA!: Comece a acessar como: QueroScat.com


terça-feira, 13 de novembro de 2018

O "barato" do Scat.

 Autor Parceiro Este texto foi previamente autorizado a ser replicado.
por Leon Scat. 38 anos, hétero, SP.

Para mim, o scat é uma forma de excitação sexual. Cada um sente esse "barato" de um jeito. Tem gente que excita com sexo normal, em ver, sentir o cheiro e chupar uma buceta. Eu me excito em fazer isso também com o cu e com o cocô.

Portanto, no meu caso, cheirar e chupar um cu ou sentir cheiro de cocô e depois me lambuzar ou chupar a bosta para mim é uma forma de excitação intensa. O cheiro em si já me deixa muito excitado, de pau duro mesmo.

Assim, com essa excitação, também consigo transar normalmente e comer uma bela buceta. Mas sentir esse cheiro é importante para a excitação ser máxima e o fogo se acender. O cheiro de cu já me ajuda muito. Mas o cheiro de cocô me deixa ainda mais com tesão.

Gosto do scat com carinho e delicadeza, como um componente a mais no ato sexual.

Tem gente que gosta também de xixi, cuspe e vômito. Eu não curto nada disso. Apenas o scat mesmo e xixi até aceito. Não gosto de ser dominado, nem forçado a nada. Não curto sentir dor, apanhar e nem inversão. Logo, não sou de passividade. Gosto de agir. Mas o scat eu gosto de receber como um componente a mais na excitação sexual.

Engolir cocô não é algo recomendável. Eu gosto mais de cheirar e lamber, o que facilita que eu não contraia doenças. Ingerir é sempre mais perigoso. Prefira a diversão sem engolir uma grande quantidade. Para quantidades pequenas, tome sempre um vermífugo regularmente. 

Com relação à parte psicológica, sim, a fase anal é determinante nesse caso. Porém, outros psicanalistas defendem que tal prática se refere a tentar extrair o máximo da intimidade do parceiro, já que cocô é algo que fazemos de porta fechada e ninguém nunca vê, nem mesmo nossos cônjuges. Por isso, seria o máximo da intimidade desnudada. Esse é um dos fatores que motiva o scat: intimidade máxima.

No entanto, não me considero nenhum retardado. Trabalho, estudo, tenho cargo de chefia e coordenação, um salário razoável, tenho amigos e vida social ativa. Vou em barzinho, balada, etc. Sou normal.

Surpresa ou não, o número de praticantes é muito grande e vem aumentando muito no planeta. A Alemanha tem muitos, Holanda, França e Brasil.

Coloco-me à disposição de vocês para o esclarecimento de quaisquer dúvidas acerca do assunto ou da prática desde que, claro, com educação e sem ofensas pessoais. 
Meu e-mail é amocheirarmerda@hotmail.com.
Um grande abraço e um cheiro no cu. Mantenham contato!


Texto extraído do blog scatsexo.blogspot.com de autoria de Leon Scat.
Escrito em dezembro de 2010 - Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário