img-responsiva

DICA!: Novidades do blog pelo twitter: @ScatGustavo

segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Como enganar seu cérebro para descobrir se você está cheirando mal.


por Gustavo Scat (Loiroomegle)


Eu amo o meu próprio cheiro.
Seja do meu pau, do meu peido, do cocô, cueca usada, cu sujo e
até quando estou com um leve cecê...

Mas não é por isso que preciso sair fedendo por aí, afinal ninguém merece.

É por isso que eu dei uma pesquisada sobre os nossos cheiros e achei uma matéria bem legal sobre eles:

Técnica infalível faz o cérebro perceber o cheiro do próprio corpo.


Esta conteúdo foi originalmente publicado no site da Superinteressante.
Imaginando que você prefira tomar consciência do cheiro de seu próprio corpo - nas horas que você não pode estar fedido por aí - existe uma forma de “resetar” o seu olfato e torná-lo mais sensível à você mesmo.

Esta é uma tática usada por lojas de perfume. Algumas delas têm grão de café à disposição – e não é só para decoração. Entre um teste e outro de perfume, cheirar os grãos de café ajuda o olfato a diferenciar os dois odores.

Se estiver em dúvida sobre o status da axila, ou se têm cheiro de cocô na pele após o scat, peça uma xícara de café no bar mais próximo. Com ela em mãos, inspire fundo o perfume do café.

O cheiro da bebida é forte e vem de uma única fragrância. Com isso, seu nariz consegue dar uma folguinha para os receptores neurais.

Assim como o gengibre é usado na culinária japonesa para limpar o paladar entre um sabor e outro, o café faria o mesmo para cheiros.

E aí seu olfato ficaria um pouco melhor em reconhecer o seu próprio cecê.

Mas e agora? Como tirar o cheiro de cocô da pele?
Leia também: "Dica: tirar o cheiro após Scat"

Nenhum comentário:

Postar um comentário