img-responsiva

DICA!: Novidades do blog pelo twitter: @ScatGustavo

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Entrevista Scat | Imperator BDSM - O sádico dominador que humilha com bosta.

por Gustavo Scat (Loiroomegle) 

Tem gente que ama uma maldade consensual.
Esse cara aqui curte quem "mele a calcinha ou a cueca só de pensar nisso".

Uma entrevista com um dominador que gosta de quebrar o ego de seus escravos e submissas.
Leia sobre esses pensamentos de sadismo e degradações envolvendo essa sujeira toda do scat.


Entrevista com Imperator BDSM
entrevista bdsm sobre fetiche scat
O sádico dominador que humilha com bosta.


Imperator BDSM, 29 anos. Ele é pansexual e mora no Rio de Janeiro.

"Todo o conteúdo é realizado em um contexto consensual e erótico do BDSM."

- Sobre orientação sexual, costumo usar uma definição: "BDSM não se trata de gênero ou opção sexual, mas sim de um estilo de vida." Então no BDSM não faço distinções, na vida baunilha sou hétero, gosto de mulheres, mas no BDSM diria que pansexual

Curto tudo quem envolva humilhação e degradação, meu sadismo não tem fim... coisas como spanking de deixar marcas, tapas na cara e cuspidas que quebram o ego, xingamentos dos mais diversos, castidade forçada e voluntaria, sissyficação, agulhas, fisting, couro, dogplay petplay, houseservant, humilhação pública... nossa tanta coisa hahaha... e claro, submeter o escravo ou escrava a coisas sujas, lama, urina, lamber a sola da minha bota... e scat claro! Todos estes fetiches estão ligados à dominação psicológica, gosto de provocar isso...

A forma como atuo é primeiro um contato por alguma rede social, fetlife, instagram, twitter, email... e se a pessoa me agradar marco algo, o problema maior é ter um espaço para realizar as sessões e conseguir ter paciência para escapar dos zé Punhetas e perfis fakes que me deixam com ódio mortal!


**Como a dominação pode estar ligada ao fetiche scat e por que ambos são tão gostosos?

A dominação está ligada ao fetiche quando o escravo demonstra uma predisposição a esta questão do scat, porque não é algo tão natural de acontecer e vai tudo do calor do momento... na verdade muuuitos tem este fetiche, mas não revelam, encaram como tabu, e criam um limite pessoal nas suas mentes... nessa linha que entra a dominação psicológica, da quebra desse limite e desse ego e quando o Dominador consegue romper isso, se torna algo fantástico e gratificante... Neste momento vem a deliciosa realização, por isso é gostoso, assim como a podolatria, fazer gente que não possuía fetiche nenhum por pés, implorar pra lamber suas botas, cheirar suas solas suadas e lamber seus pés... assim é o scat, deixar o escravo fantasiando receber de boca aberta seu caviar de merda... É uma delícia.


** Quais as relações que você já teve que foram inesquecíveis? Aquelas que você mais gostou.

Não tive muitas experiências com scat pra ser sincero, não é fácil achar adeptos no RJ, ainda mais sendo homem Dominador, mas uma deliciosa foi uma sub lambendo meu cu suado depois do sexo, ela lambia tão freneticamente que não resisti, forcei e caguei na boca dela, saiu bem pouco, aquelas bolotinhas, mas engoliu tudo! Uma outra foi com um escravo, fiz a cena tudo preparado ele deitado no chão sujo de terra, logo pela manhã, peidei muito na cara dele, mijei, mas o coco não saia de jeito nenhum hahaha, aí desisti... dez minutos depois que ele foi embora, fiz aquele coco que todo scateiro ama, marrom pastoso, consistente e grande, tipo um charuto bem grande... um desperdício...


** Qual a coisa mais nojenta que você já fez com alguém?

Coisas nojentas, ah sei lá, isso é muito relativo, acho que lamber a sola da minha bota depois de andar na rua o dia inteiro, pisar em cocô de cachorro é bem humilhante hahaha... já fiz uma sub tomar café da manhã com pão de forma recheado de graxa de sapato e um copão de mijo bem quente, o primeiro da manhã.... hahaha as outras maldades não me vêm à cabeça.


**Quais as práticas que você mais gosta de praticar? Existem consequências? Você liga pra elas?

As práticas acho que já citei, mas envolvendo scat, rimming é muito bom, sentir a língua quente lambendo seu cu suado é uma delícia...
Sobre algo dar errado na verdade nunca, eu sei observar a reação das pessoas.


** Me conte algo que te dá muito tesão em assistir ou imaginar, e que ainda nunca praticou?

Eu adoraria submeter um casal de escravos e se deliciar com meu caviar, tipo um beijando a boca do outro com minha merda na boca, enquanto eu chicoteio os dois... fazer um banquete para alguns escravos a dias sem gozar e famintos... alimentar com meu scat e meu mijo... vê-los brigando feito cachorros pra ver quem teria o privilégio de se deliciar com meu scat... 


** Qual a pessoa perfeita para praticar o scat envolvendo dominação e submissão?

Não existe alguém especificamente ideal para, mas sim a pessoa que realmente curta isso, que faça com tesão, que mele a calcinha ou a cueca só de pensar nisso, que realmente curte, fale abertamente e se entregue de verdade, essa é a pessoa ideal.


** Você leva o BDSM como um estilo de vida, ou é algo excepcionalmente no sexo?

É o que sempre digo: "BDSM não se trata de opção sexual ou gênero, mas sim de um estilo de vida"... No dia a dia sou uma pessoa normal como qualquer outra, não sou nenhum macho escroto ou arrogante na vida baunilha, muito pelo contrário... não posso chegar na rua e dar um tapa, mijar, cagar, vomitar ou cuspir na cara de alguém do nada... tudo tem um contexto e uma concordância. SSC SÃO, SEGURO E CONSENSUAL! SEMPRE!


**Você sente prazer em sexo baunilha (sexo normal), sem envolver os fetiches de dominação?

Sinto sim, mas essa coisa de entra e sai de pau e boceta, confesso que é algo tediante, prefiro o contexto que envolva outros fetiches, sinto um tesão milhões de vezes maior... durante o sexo falar coisas sujas me estimula bastante, entre elas falar coisas sobre sadismo e degradações envolvendo sujeira, lama, scat... isso me excita.


**Você tem alguma lembrança de como começou a gostar de BDSM e afins?

Lembrança de como comecei, na verdade sempre muito mandão, sempre gostei das coisas do meu jeito, e aquela coisa do sadismo. No BDSM mesmo sempre pesquisei essas coisas na internet, também sou podolatra, adoro pés femininos, acho que tem uma beleza típica, sempre digo também que "A podolatria é a porta de entrada do BDSM". Acho que vendo essas coisas de podolatria vi que era possível pisar nas pessoas e que elas gostavam disso, desde então as práticas só foram crescendo... Eu me arrependo de alguns bullyings que pratiquei na escola, alguns meio que nem reagiam, talvez fossem submissos... hahaha vai saber...



** Já experimentou a sua própria merda?

A merda nunca, só sentir o cheiro mesmo que não me incomoda tanto, meu mijo só um pouquinho, aquelas gotinhas... gosto de fornecer, curto ver alguém se lambuzando com minha merda sobre o corpo, ver minha merda secar na pele do escravo, admito que não sinto taaanto tesão de ver alguém mastigar, gosto de ver o escravo se lambuzar e fazendo com cara de quem tá gostando, se fizer cara de nojinho já me broxa e perco o tesão. Pra fazer tem que ter prazer, agradecer por esse privilégio de ter meu caviar sobre o corpo... hahaha


**Me conte um pouco mais sobre o seu blog e qual o objetivo dele.

O meu blog é voltado ao BDSM, tem muitos relatos de sessão, fotos, contos, poucos vídeos... Mas foi com o intuito de mostrar que existem pessoas no mundo real que vivem seus fetiches. Tentar mostrar que não há nada de errado nisso, que as pessoas que reprimem isso, precisam entender que elas não são aberrações, que não são "coisas de demônio" ou algo do tipo... sabe, isso me revolta até, essa hipocrisia, essa falta de aceitação, de ter alguém pra se abrir e conversar sem sofrer discriminação... Nossa sociedade é muito mente fechada e podre! O BDSM é muito mais aceito e desenvolvido em países com alto nível de índice de desenvolvimento humano, em países pobres e de terceiro mundo é apenas um gueto, um submundo que vive no underground total.


** O que você não faria jamais em Scat?

Coisas que fogem do padrão dão muito nojo... tipo merda verde, amarela, rosa, diarreia... Acho nojento, merda tem que ser marrom, macia e com uma forma bem definida hahaha


** Alguém conhecido sabe das suas vontades? (amigos, família, etc)

Da família mesmo só minha esposa que também é Domme, IMPERATRIZ BDSM, ela também tem fetiche em fornecer scat para escravos, no restante só gente do meio BDSM mesmo.


** Você acredita que possa existir uma grande quantidade de pessoas que curtam scat, mas com medo de se assumir?

Normalmente é difícil achar qualquer um que fale disso abertamente, scat é o maior tabu do BDSM, das práticas aceitáveis claro, que não são consideradas crimes.


CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Aceite seus fetiches sem medo de julgamentos de gentes idiotas e recalcadas, se te dá prazer e não prejudicando ninguém, vá em frente e goze de montão (exceto se estiver usando cinto de castidade, aí tem que ficar sem gozar mesmo hahaha).

No mais, vejam meu blog, tem alguns textos de scat lá, e muitas outras praticas... imperatorbdsm@blogspot.com

Meu Twitter: @ImperatorBdsm
Meu Instagram: @imperatorfeet
E tem meu Fetlife também: IMPERATOR BDSM

Parabéns pelo trabalho. Mesmo um tema polêmico, acredito que faça parte do BDSM e ninguém é santo pra julgar o fetiche de ninguém... Forte Abraço.

(clique na imagem para ampliar)









3 comentários:

  1. Eu conhecia o Imperator de contatos que comentavam sobre, sempre achei ele um figura interessante e notável do meio bdsm aqui do Rio. Bom saber do blog dele, vou acompanhar lá!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns isso sim que é um macho de verdade 🙌🙌❤️❤️

    ResponderExcluir