img-responsiva

DICA!: Novidades do blog pelo twitter: @ScatGustavo

segunda-feira, 8 de junho de 2020

Relato de Bianca: Um acampamento cheio de cocô que eu fiz junto com a Marcela.

conto erotico duas lesbicas curtindo fetiche scat

 Enviado pelo Leitor Texto enviado por um leitor do blog.
por Bianca Scat, 27 anos, bissexual, de Barueri - SP. 

Em um belo dia, em um relacionamento scat já consolidado com Marcela, cansadas e estressadas em virtude do trabalho e estudos (vida tipica de universitário) eu estava buscando algo para que pudéssemos descansar e relaxar. Era próximo a feriado de 7 de setembro, que naquele ano seria em uma sexta-feira.

Eu sabia que ela gostava muito de natureza e ar livre, então não pensei duas vezes, preparei um acampamento surpresa para nós! Comprei uma barraca, colchão inflável, tracei a rota rumo ao interior de SP a beira de um lago. Seria (e foi) um fim de semana incrível, uma perfeita harmonia entre nós duas, a floresta, o lago e o nosso sexo. Até o cardápio eu preparei para me certificar que não faltaria cocô.

Era um lugar pouco visitado, por se tratar de uma propriedade particular, então tínhamos toda a privacidade da qual precisávamos!

Logo que chegamos com as bexigas cheias de xixi, guardamos a viagem toda (6 horas) pra desfrutar lá no lugar. E assim foi, nem bem tiramos nossas coisas do carro e trocamos nossos mijos! Eu me deitei e ela mijou no meu corpo todo, parecia uma cachoeira me lavando, e um gosto tão bom! Depois nos invertemos, ela se deitou e eu mijei nela! Que delicia aquela sensação de tesão misturado com alivio!

Depois que já estávamos as duas ensopadas, ali mesmo no chão coberto de folhas nos chupamos, com muito cuspe. Foi o belo inicio do nosso acampamento.

No sábado logo de manhã já preparei uma café da manhã, bem forte para soltar o intestino. E assim foi, servi o café para ela dentro da barraca, e a merda logo veio. Me deitei dentro da Barraca e Marcela cagou em mim. Que delicia sentir aquela merda mole e quentinha em mim. Enquanto ela ainda cagava eu já espalhava pelo meu corpo e o tesão já estava a mil!

Com a merda já toda espalhada em mim ela começou a me chupar, me levou até as nuvens varias vezes. Que ótima maneira de começar o dia!

Mais tarde ainda no sábado foi a minha vez de presentar ela. Eu já estava desde quinta feira segurando o cocô e dentro daquela mesma barraca pedi ela abir a boca e expulsei aquele enorme, grosso e duro cocô na boca dela, e obviamente não coube tudo.

Ela então começou a chupar minha merda como se fosse um pinto, literalmente nos fizemos boquete na minha merda e depois nos beijávamos. Um pouco depois, com a merda já um pouco amolecida pela nossa saliva, esfreguei toda aquela merda pelo corpo dela. fizemos a maior sujeira, espalhamos cocô pela barraca inteira e depois fomos para o lago nos lavar, mas a minha vontade era dormir daquele jeitinho, toda lambuzada.

E para finalizar, no domingo antes de irmos embora, expulsei um pouco de merda que ainda havia dentro de mim em um prato e dei para ela de colherzinha, afinal é sempre bom se alimentar antes da viagem, não é mesmo?! hahaha

Que fim de semana inesquecível! voltamos com as energias renovadas. Ainda guardo uma calcinha de Marcela que ela usava naquele dia e que ficou suja com minha merda, como recordação!

Beijos e abraços lambuzados de cocô!

Bianca Scat

 Enviado pelo Leitor Clique aqui para ter acesso a todo conteúdo produzido por leitores.
Mande o seu texto, experiências, fotos e/ou vídeos para: tavolinder@hotmail.com
Você pode aparecer por aqui. Para validar o seu material, importante se identificar com:
Nome/APELIDO FICTÍCIO, Idade, Orientação Sexual e Localização. Se desejar divulgar
algum contato, especifique-o no e-mail com a frase "Quero divulgar o meu contato".

3 comentários: