img-responsiva

DICA!: Novidades do blog pelo twitter: @ScatGustavo

sábado, 20 de novembro de 2021

Relato: Um Milho pra contar história. - Comi um cu cheio pela manhã.


por Gustavo Scat.

Meu terceiro mês em São Paulo, era um sábado e eu tinha acabado de trabalhar a madrugada toda.
Deitei na cama e entrei no Grindr e no Twitter pra bater uma antes de dormir logo depois de cagar. Comecei a conversar com um carinha e logo de inicio contei os meus desejos. Depois de trocarmos uns nudes ele me mandou uma foto do cuzinho aberto. Perguntei "Está com cheirinho?" e ele respondeu "Nem lavei." 

- "Tirando a parte da merda, curto o resto". 
ele se referia a mijo e peido. 
- "E você curte o cheiro do próprio peido?" 
eu perguntei.
- "Com Certeza" 
ele respondeu.
- "Tá de boa agora de manhã?" 
- "Agora de manhã sim, de tarde eu tenho que trabalhar".

Vou chama-lo de Yago. Moreno, cabelo quase tigelinha e piercing na sobrancelha, ele chegou às 7:45 da manhã no meu apartamento e logo no primeiro beijo percebi que ele também tinha piercing na língua.
Também tinha um leve cheiro de quem fumava tabaco... ele tinha ido em um rolê antes, deve ser por isso. Pensei que fosse atrapalhar mas isso foi só um detalhe característico.

Depois de um beijos já deitados na cama, tiramos a roupa e punhetamos.
Passei o dedo no cu dele e cheirei como sempre faço, seu cu era peludinho mas com o cheirinho forte que eu gosto.

Ele quiz "molhar" meu pau, foi aí que começou a me chupar e nas primeiras lambidas sugeriu fazer algo curioso.

- Posso tentar colocar o meu piercing dentro do seu pau?

Sabe aqueles caras que curtem penetrar a própria uretra? Pois ele queria fazer isso com o próprio piercing na língua que tinha uma pequena bolinha na ponta. Eu nunca curti e apesar de sentir uma agonia dele apenas tentar, eu adorei a ideia criativa.

Agora minha vez de chupar o cu dele. Pedi pra ficar de quatro pra eu poder enfiar e sentir o cu abrir na minha boca. 
Comecei a dedar... e aí que eu comecei a pirar. Logo na primeira estocada do dedo senti a bosta dentro. Era uma massa gostosa que já estava bem na portinha.

Como combinado eu queria sentir os seus peidos, e então eu fui pegar o chuveirinho de fazer "a chuca" que ia servir pra usar como canudo e assoprar dentro daquele cu. 
Ele curtiu a sensação do ar preenchendo ao máximo e o alívio de sair depois, fazendo aquele barulho que me dá um tesão fudido.

Brincando de dedar seu cu já larguinho de tanto ar, eu pedia pra ele piscar forte no meu dedo o máximo que ele conseguia. Quando percebi que ia melar tudo, forrei a cama com um pano preto.

- Pisca o mais forte que você conseguir...

Mano, eu não sei se é uma técnica pra cagar esse lance de piscar o cu bem forte e relaxar, mas feito! Ele cagou um pedaço cremoso de merda que saiu quentinha na minha mão. 

- Você tá cagando gostoso pra mim, tá gostando?
- Sim... 
Ele gemia de prazer.

Nem parecia que ele nunca tinha feito aquilo.

Yago soltava bosta e eu melava meu pau todinho batendo uma punheta cheia de cocô. Enquanto esfregava minha mão e melava sua nádega esquerda, eu senti algo diferente... era um único milho sujinho que saiu de dentro da sua bunda misturado de merda, e que deixei por cima enfeitando a lambança como se fosse a cereja do bolo. 
Sentia a textura da merda sujando, via os pedacinhos de perto... A cor era gostosa e o cheiro também. Ele falava que estava quentinho e eu mostrava pra ele o quanto aquilo era bom.

Eu ainda brincava de assoprar usando o chuveirinho pra ele sentir ainda mais vontade de cagar. 

Comecei a penetrar e sentir mais bosta enquanto ele peidava com meu pau lá dentro, me cagando mais, com dedadas e peidos barulhentos.

Aquela cena estava tão linda que eu pedi pra filmar. Eu nem curto muito isso mas precisava registrar a primeira vez que alguém tinha melado tanto o meu pau com uma bosta que não era minha. Como combinado nosso, sem mostrar o rosto fiz essas imagens:


Ao som da música que escutávamos de fundo, metia com ele de quatro, cada vez mais sujo, estocando fundo e pedindo pra ele fazer mais força. Saia merda ainda mais cremosa. 

Ele gozou comigo metendo. 
Gozei dentro e ele peidou o esperma pra fora.

Deitamos por um tempo, eu apoiado na perna de Yago sentindo o cocô secando na bunda e no meu braço esquerdo.


Partiu banho. Que dó que era se limpar.

Depois de revezarmos o chuveiro, Yago se empina e pede pra eu limpar o que ainda estava grudado na bunda. A merda ia derretendo com a água e meu pau já ficando duro de novo.

Agora estávamos punhetando, pau com pau dentro do box, um encostado no outro, enquanto tomávamos o nosso banho que fedia cu. "Cheiro de sexo" como ele me disse.
Pouco depois ele gemeu e gozou em cima do meu pau. Depois de punhetar mais um pouco sentindo a porra dele, gozei em sua boca. Ele me beijou em seguida.

- Gostou de sentir o gosto da sua porra?...


Agora estamos deitadinhos na cama descansando.

Conversamos sobre a mesma série que estávamos assistindo, trabalhos e etc...
Ele nunca tinha feito nada com bosta antes.

- Experiências, né? 
Disse ele com um sorrisinho sacana.

Ele também me contou que tinha um amigo que curtia e eu comentei do blog. 

- Vai postar a foto lá?
- Posso?
- Sem rosto pode. Ah, e eu também amo porra... 
Comentando a sensação do pau contraindo gozando dentro e que gostava de se sentir uma puta. E eu amava uma putinha porca. 

Fechamos o olho, eu deitado de barriga pra cima e ele me abraçando de conchinha.

Depois de uns 10 minutos descansando, mudei de posição e comecei a mexer naquele pau mole. A textura é gostosa.
Pouco depois aquilo virou um terceiro round de uma punheta que alternava comigo empurrando suas bolas pra baixo pra segurar o tesão.

Ele gozou. E eu também esporrei esperma na sua barriga.

- Que quentinho!...

11:20min ele foi embora. 

Tô muito cansado, o ap todo tá cheirando a merda. Mas era deliciosa.


Agora pra fechar esse texto, o milho que ficou na sua bunda está lá no ralo do banheiro.

Peguei o milho, posicionei em uma luz boa e tirei a foto principal dessa postagem.

3 comentários:

  1. Adoro seus relatos. Meu sonho é transar com meu namorado com tanta merda assim

    ResponderExcluir
  2. Milho na bosta fica uma delícia

    ResponderExcluir
  3. Conta mais de suas histórias, adoraria ter meu cu arrombado por vc

    ResponderExcluir